Você tem o rabo preso ou é COVARDE? Tem certeza que você vive num país democrático?

Não acredito sinceramente que as pessoas devam temer qualquer situação, seja por motivo qualquer. RABO PRESO, aaaah! desculpe-me parece muito mais COVARDIA, os períodos antigos e medievais já passaram e hoje vivemos na contemporaneidade um outro momento, o que muitos chamam de democrático, mas que eu prefiro concordar com a idéia de Marilena Chauí que diz que vivemos num país Autoritário Social, pois entendo que o Brasil nunca teve o total controle das suas instituições. Ao interpretarmos a Democracia como conceito, percebemos que no Brasil ela não é verdadeira e que essa visão exclui o Autoritarismo Social existente em nossa sociedade. Pois nosso sistema é hierárquica e violento, baseado em racismo, machismo, discriminação religiosa, social, desigualdade econômica, exclusão cultural e política. Deste modo, a prática da igualdade e da liberdade ficam debilitadas. (in Marilena Chauí, Convite a Filosofia)

Desta maneira, a sociedade brasileira fica polarizada entre carências das classes populares e os interesses das elites dominantes, sem alcançar a esfera dos direitos, transforma esta mesma polarização entre despossuídos e privilegiados. E tais privilegiados são os considerados competentes para a direção da sociedade. (in Marilena Chauí, Convite a Filosofia)

Atualmente, enfrentamos outro problema, que são o modelo dos partidos políticos, que basicamente se dividem em três:
  1. Clientelistas, que mantêm relações de favores com seus eleitores;
  2. Populistas, que tratam seus eleitores como um pai de família trata seus filhos menores;
  3. Vanguardistas, que substituem seus eleitores pela vontade dos dirigentes.

Marilena Chauí continua dizendo que "favores, paternalismo ou substituição evidenciam a indústria política, uma criação de imagem dos representantes por meio da mídia de massa, o que transforma eleitores em consumidores. Também a estrutura social de nosso país alimenta um imaginário de um político autoritário, "salvador da nação", quase que um messias enviado por Deus e referendado pelo voto da maioria, o que transforma eleitores em votantes (da escolha à delegação da competência de escolher para alguém). Uma espécie de concepção teocrática em que governantes são quase divindades e que suas escolhas tem força de lei."

Contudo, sabemos que uma Democracia não se pauta nesses parâmetros, logo, discordo da idéia que o Brasil é um país democrático, pois o Estado não respeita nem os cidadãos brasileiros. Apesar do Brasil, realmente ainda está longe de viver uma democracia. (in Vivemos uma Democracia, por Zevaldo Sousa) nós sabemos muito bem que podemos e devemos usar das leis que regem nosso país para fazer valer o direito democrático que temos e não será com o RABO PRESO, nem muito menos com a COVARDIA que nós brasileiros saíremos desse AUTORITARISMO SOCIAL.

É importante salientar essa questão pois sei que quando falamos de questões polêmicas as pessoas que dizem que tem o RABO PRESO, ou melhor, que são COVARDES se escondem por detrás do anonimato. Oh! Quanto medinho esse povo tem e quem é o responsável por todo esse medo?  Vocês já se perguntaram? Se o assunto é Política Partidária, muitos interagem e exigem que seu comentário seja publicado na íntegra e ainda me questiona se eu defendo A ou defendo B. Santa ignorância, pois é nesse sentido que eles, tanto o A, quanto o B desejam que vocês fiquem, a mercê do RABO PRESO, ou melhor, da COVARDIA.

Não adianta criticar o prefeito ou os vereadores, chamá-los de corruptos, coronéis, larápios, conclamar o Ministério Público, a Justiça, às entidades sociais do município, mas na hora de assinar o comentário, de mostrar a cara, de cobrar melhorias do poder público de frente, como um cidadão que paga impostos, que tem seus direitos, aaah!!!, nessa hora o COVARDE não aparece, assina como um mero "Anônimo". (in Eliel Sodré)

Se tem coragem para se manifestar em blogs e sites, nas redes sociais, que também tenha coragem para assinar seus comentários e cobranças. Mostre que você realmente tem preocupação com o futuro político e social do seu município, seja um verdadeiro cidadão. Lembre-se que se você tem deveres, também tem direitos. A hora de cobrar é a todo momento, pois só será assim que deixaremos de viver num país autoritário socialmente para adentrarmos num país democrático.

Está aí, eu duvido que você tenha coragem para responder com um comentário, enquanto isso, escuto a música RABO PRESO de Jorge Ben Jor (Escrito em 26 de junho de 2011) 




Fonte: Blog do Zevaldo Sousa (www.zevaldoemaragogipe.com)
A cópia total ou parcial é permitida mediante citação com link