Graças ao Estaleiro Enseada do Paraguaçu, Maragogipe é a 45ª cidade brasileira que mais contratou em 2013


Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, o município de Maragogipe ocupa o 45º lugar na lista das cidades que mais contrataram no ano de 2013, em todo o país.

Em Maragogipe, o setor de construção civil foi o principal responsável pela criação de postos de trabalho (+4.263), seguido do setor de serviços (+50 postos). No ano, o município obteve os seguintes números: 5.603 admissões e 1.376 desligamentos. 


No mês de dezembro, Maragogipe contou com 421 novos postos de trabalho, devido, principalmente, ao desempenho do setor de construção civil (+421 postos). Neste setor, o grupo de atividades que mais se destacou foi construção de outras obras de infraestrutura, com saldo de 422 novos postos de trabalho gerados, em função das obras do Estaleiro Enseada do Paraguaçu.

Em todo o país, as contratações formais superaram as demissões em 1,1 milhão, uma queda de 14,4% em relação ao ano de 2012. 

O relatório aponta que 10 cidades concentraram quase 25% das vagas criadas no país e São Paulo continua na liderança do ranking, com 83,6 mil novos postos.

Confira a lista das cidades que mais contrataram
São Paulo (SP): 83.614; Rio de Janeiro (RJ): 48.974; Manaus (AM): 22.805; Fortaleza (CE): 21.217; Brasília (DF): 19.718; Goiânia (GO): 18.777; Guarulhos (SP): 16.833; Salvador (BA): 16.738; Altamira (PA): 15.053; Porto Alegre (RS): 14.440; Curitiba (PR): 11.673; Recife (PE): 10.666; Sorocaba (SP): 9.696; Aracaju (SE): 9.326; Ribeirão Preto (SP): 8.527; Teresina (PI): 8.158; Campo Grande (MS): 7.602; Florianópolis (SC): 7.601; Maringá (PR): 7.232; João Pessoa (PB): 6.958; Contagem (MG): 6.908; Três Lagoas (MS): 6.713; São Luis (MA): 6.657; Campinas (SP): 6.554; Joinville (SC): 6.491; Santo André (SP) 6.389; Uberlândia (MG): 6.049; Sobral (CE): 6.048; Cuiabá (MT): 5.724; São José (SC): 5.433; Niterói (RJ): 5.025; Serra (ES): 5.022; Londrina (PR): 4.840; Nova Iguaçu (RJ): 4.839; Anápolis (GO): 4.748; Campos dos Goytacazes (RJ): 4.734; Montes Claros (MG): 4.623; São Bernardo do Campo (SP): 4.558; São Gonçalo (RJ): 4.556; Macaé (RJ): 4.550; Gravataí (RS): 4.496; Canaã dos Carajás (PA): 4.488; Feira de Santana (BA): 4.416; Barueri (SP): 4.249; Maragogipe (BA): 4.227; Marabá (PA): 4.136; Caruaru (PE): 4.135; Itabirito (MG): 4.080; Osasco (SP): 3.857 e Cascavel (PR): 3.712.

Fonte: Blog do Zevaldo com informações do Caged e do Governo do Estado

Comentários