Projeto promove integração entre três Pontos de Cultura do Recôncavo - Cachoeira, Kaonge e Maragogipe


Três Pontos de Cultura do Recôncavo da Bahia estão sendo beneficiados com uma iniciativa que fomenta o intercâmbio de ideias e ações entre gestores e membros de diferentes comunidades. A experiência começou a ganhar força no início de janeiro, graças ao Teia do Recôncavo, um projeto que tem o objetivo de promover aulas de música e teatro, produção de vídeo-documentário e encontros interativos.

Apoiada pelo edital Territórios Culturais 05/2012, da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), a iniciativa partiu da necessidade de maior articulação entre as entidades da região.

O projeto envolve dois Pontos de Cultura de Cachoeira, o Minerva Cachoeirana e o Expressão Cidadania Quilombola, na comunidade Kaonge. O terceiro está em Maragogipe, o Mar’Arte. A ação pretende fortalecer esses Pontos de Cultura por meio de encontros culturais e educativos. Também está prevista uma apresentação de cada Ponto de Cultura na Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB), além de um encontro entre gestores e empresários da região.

ENCONTROS – O primeiro encontro entre os gestores dos Pontos de Cultura aconteceu em Cachoeira, em 2012, quando foi possível discutir o passo a passo para o desenvolvimento do projeto. Na sequência, o Ponto de Cultura Minerva Cachoeirana recebeu a visita de membros do Expressão Cidadania Quilombola.

Na ocasião, jovens do Kaonge tiveram a oportunidade de conhecer a escola de música e se aproximar dos instrumentos musicais do acervo. Além disso, puderam filmar o Ponto de Cultura para elaboração do vídeo-documentário que faz parte da produção do projeto.

Em seguida, foi a vez do Expressão Cidadania Quilombola receber os alunos da escolinha de música da Minerva Cachoeirana, que levaram uma orquestra de flautas doces à comunidade quilombola do Kaonge. A ação serviu para convocar os meninos e meninas da região para aulas de flauta doce que estão sendo ministradas no local. No encontro, a comunidade do Kaonge foi apresentada por meio de um vídeo que mostrou as ações da comunidade.

MÚSICA E TEATRO – Outra ação do projeto Teia do Recôncavo é levar aulas de música e de teatro de um Ponto de Cultura para outro. Atualmente, as aulas de música de flauta doce acontecem no Ponto de Cultura Expressão Cidadania Quilombola. As classes são divididas em turmas para crianças e adultos.

Já as oficinas de teatro são ministradas por uma professora do Ponto de Cultura Mar’Arte, que atua na comunidade Engenho Novo, localizada próximo ao Kaonge. Nas aulas, que começam a partir de 07 de fevereiro, será utilizado o método conhecido como Teatro do Oprimido, no qual são encenadas pelos alunos situações de opressão social verificadas no cotidiano.

AÇÕES – O Teia do Recôncavo conta seis vivências nas comunidades (veja quadro abaixo). Depois de toda articulação, os três Pontos de Cultura apresentarão suas experiências aos alunos do Centro de Artes Humanidades e Letras da UFRB, através de uma mesa de apresentações. O objetivo da ação é articular os projetos dos alunos da universidade com os Pontos de Cultura e acontecerá na segunda etapa do projeto com data ainda a ser definida.

Um dos maiores desafios do projeto será convocar os empresários da região para uma conversa de conscientização com o intuito de pedir patrocínio e apoio aos Pontos de Cultura através das leis de incentivo. A intenção é garantir a presença de pelo menos seis empresas de grande ou médio porte da região para um encontro com os gestores dos Pontos de Cultura. O evento ainda está com data a ser definida e também acontecerá na segunda etapa do projeto.

Ações do Teia do Recôncavo
  • Vivências 1 e 2: Meninos e meninas do Ponto de Cultura Expressão Cidadania Quilombola conhecerão o Ponto de Cultura Minerva Cachoeirana e vice-versa (já aconteceram em 2012)
  • Vivências 3 e 4: Meninos e meninas do Ponto de Cultura Expressão Cidadania Quilombola conhecerão o Ponto de Cultura Mar’Arte e vice-versa.
  • Vivências 5 e 6: jovens e crianças do Ponto de Cultura Mar’Arte, localizado em uma comunidade quilombola de Maragogipe, serão levados ao Ponto de Cultura Expressão Cidadania Quilombola e ao Ponto de Cultura Minerva Cachoeirana.

SERVIÇO
O que: Projeto Teia do Recôncavo
Quando: A partir de janeiro de 2014
Onde: Cachoeira, Kaonge e Maragogipe
Contato: projetoteiadoreconcavo@gmail.com
Telefone: (71) 9218-6450

Comentários