Bloco das Almas arrepia e marca início do Carnaval de Maragogipe 2014

A partir das 10 horas da noite do dia 28 de fevereiro, os maragogipanos iniciaram a missão maravilhosa de manter sua tradição através de uma das suas manifestações culturais mais relevantes e favoritas - O Carnaval -, conhecido mundialmente pela manutenção de suas fantasias e máscaras, tornou-se Patrimônio Imaterial do Estado da Bahia.


Quando chega o momento mágico. Meia-noite. Todos arrumados, partem para anunciar o tão desejado momento. O Bloco do Silêncio, que nada tem de silencioso, devido aos uivos e gritos que são provocados durante sua passagem, e que também é conhecido como Bloco das Almas sai às ruas maragogipanas provocando êxtase e emoção.


A alma é a festa. Sem este imaginário, não existe Carnaval de Maragogipe, as "caretas ou mascarados" são inspirados neste ser que rodeia a imaginação humana e que amedronta algumas pessoas. Mascarar-se é inspiração e, segundo o professor Benedito Jorge Carneiro de Carvalho, o Bloco das Almas tem aproximadamente 70 anos de tradição na história do Carnaval de Maragogipe.


Neste ano de 2014, o Bloco do Silêncio arrancou arrepios por onde passou: Era um tal de "Deus me livre", "Ave Maria", Sai pra lá, coisa ruim!" que não estava no gibi. Até porque, quem quer saber de brincadeira com aquelas Almas é outra pessoa.

A população, religiosa como sempre, se benzia a cada grupo que passava e após ser provocada pelo imaginário reafirmava a sua devoção, e na terra de São Bartolomeu, nada mais justo e importante do que chamar por Deus, para que esta festa que está tendo início tenha um final feliz, com muita paz e muita alegria.


Veja algumas imagens do Bloco das Almas ou do Silêncio no portal do facebook Carnaval de Maragogipe.

Comentários