Blogs do Recôncavo contabilizam quatro mortes em Maragogipe em apenas três dias

Por Zevaldo Sousa

É verdadeiramente uma triste realidade. Não sei nem como expressar a indignação diante de tais fatos e de tal estatística. Aliás, se esta estatística for real, pergunta-se: A que ponto nós chegamos? Antes, uma cidade de paz e tranquilidade. Nos últimos quatro anos, somente o tráfico se esfolava. Atualmente, pais e mães de família também estão tombando. Eis um fator anunciado e que ninguém prestava atenção. 

Desde 2007, escrevo neste Blog sobre a realidade de Maragogipe e sobre o futuro desastroso que nos aguardava com tamanho progresso e desenvolvimento. Pensei que demoraria mais um pouco. Me enganei na temporalidade, mas não na causalidade. Não será preciso falar sobre quais causas e efeitos estão incutidos neste último conceito, mas é preciso lembrar que foi um desejo da maioria que será aproveitado por poucos. 

Acabei de ler nos Blogs do Recôncavo um dado triste: Eis a nota na íntegra e em vermelho o nosso destaque:
Violência na região movimento plantão no IML
Plantão movimentado no (IML) Instituto Médico Legal de Santo Antônio de Jesus nos últimos dias. Homicídios e acidentes são os casos mais frequentes e preocupam as autoridades na região. Deram entrada: Marcelo Teixeira Junior,20 anos, o "Boca Junior" do Bairro Areal em Cruz das Almas, vítima de tiros na quinta-feira (20), Edicarlos C. Batista, 29 anos, de Maragogipe, assassinado a tiros sexta-feira (21), e Eliana Barreto Cino, 17 anos, de Presidente Tancredo Neves, estava internada no Hospital Regional por motivo de acidente com moto, mas não resistiu e morreu neste sábado (22). De acordo com o levantamento realizado pelo Cruz na Tela, quatro corpos somente de Maragogipe, foram necropsiados de quinta-feira 20, até sábado (22-03). Cruz na Tela dentre outras dezenas de blogueiros que já replicaram esta notícia.
Se a violência em Maragogipe, o que está faltando para enfrentarmos esta realidade. As mortes, não estão ocorrendo somente na cidade de Maragogipe, mas no município como um todo. Os nossos irmãos da zona rural também estão com medo da violência.

Dado final: Não temos a informação dos nomes das outras duas pessoas, nem quais foram os motivos das suas mortes. Nota-se apenas que o município de Maragogipe entrou numa triste estatística.

Aproveito este momento para indicar um texto que o amigo Nelson Querino publicou no Blog da Guarda Municipal de Maragogipe e que fala sobre gestão em segurança pública dos guardas municipais. Clique AQUI para ler.

Certamente, sabemos que outros pontos precisam ser pensados, mas neste momento é preciso união de toda a sociedade e aproveitamento de todo o conhecimento adquirido nestes últimos anos da humanidade.

Comentários