O que será dos futuros carnavais maragogipanos?

Por Aldo Sampaio

Uma enxurrada de propaganda conseguiu dominar a mente do povo nos últimos anos, impondo a ideia de que careta é uma exclusividade e tradição no município, razão porque os malfeitores se prevalecem do uso de máscaras para praticarem todo tipo de violência.

A perplexidade que viveu a população nos dias do carnaval onde milhares de pessoas deixaram de ir as ruas amedrontadas e preocupadas com a avalanche de agressões praticadas por mascarados, nos leva a uma reflexão sobre os rumos que essa festa pode seguir diante dos atentados desencadeados contra pessoas sem que saiba a razão de tamanha brutalidade.

É admissível nos dias atuais, que se permita o uso de máscaras até altas hora de madrugada quando a tolerância deveria ser até as 18 horas, ou então, que se determinasse um espaço exclusivo para baile ou desfile de mascarados evitando assim crimes como o que ocorreu no Lago São José quando um mascarado assassinou um jovem.

Sabemos que a máscara é a marca do carnaval de Maragogipe, entretanto queremos expressar nossa preocupação em busca de uma solução pra o futuro esses festejos não venham a ser patrocinados pelo signo da intolerância e do crime.

Acreditamos que existe pessoas nessa terra comprometidas com esses objetivos capazes de nos conduzir a um desenvolvimento que favoreça a toda população principalmente as vítimas do carnaval que passou.

Comentários