Histórias e memórias do Recôncavo Baiano em espetáculos no projeto OURUA


Espetáculos de teatro e contação de histórias que representam as memórias e identidade cultural do Recôncavo baiano serão apresentados em Cachoeira, São Félix e Maragogipe entre fevereiro e abril, através do projeto OURUA da Casa de Barro.

Tais espetáculos são destinados à comunidade, agregando amplo público na apreensão dos bens patrimoniais locais através da arte. Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento humano e cultural no território o projeto integra ações de formação, apreciação estética, registro e difusão da cultura local. As ações estão sendo desenvolvidas desde junho de 2013, tendo como público prioritário educadores (formais e não formais), infância, juventude e comunidade.

Os espetáculos acontecerão sempre aos domingos, às 16 horas, em locais públicos e de fácil acessibilidade.

Em São Félix o Canastra Real apresenta Rememorando afetos: contos, cantos e acalantos…, dia 23 de março, às 16 horas, no Porto de São Félix. Em Cachoeira se apresenta dia 30 de março o grupo Canastra Real, com Cantigas e Histórias – Tecendo Lugares de Aprendizagem, às 16 horas, no Jardim do Faquir. Em abril o espetáculo Trançados de Memórias de uma Atriz Brincante estará no dia 06 no porto de São Félix, dia 13 na Praça da Câmara, em Maragogipe e dia 27 no Jardim do Faquir, em Cachoeira.

O projeto encerra em maio o lançamento de duas revistas temáticas, documentário e exposição fotográfica.

Essa é uma iniciativa da Casa de Barro – Cultura, Arte, Educação com apoio financeiro do Fundo de Cultura da Bahia – Secretaria de Cultura – Secretaria da Fazenda – Governo da Bahia.

Fonte: Casa de Barro - Ourua

Comentários