Prefeitura lança nota nas ruas, sindicato rebate. Afinal de contas, essa greve acabou ou não? Servidores precisam decidir

A prefeitura de Maragogipe está fazendo de tudo e mais um pouco para desarticular a greve dos servidores públicos de Maragogipe e novamente, enrolá-los. Primeiro, negou que a greve existia para um veículo de comunicação na internet (Portal Mídia Recôncavo), agora lançou nota em portal oficial e veiculou carro de som nas ruas convocando os estudantes para seu retorno às salas de aula. Retorno esse pequeno, mas que teve seu efeito neste primeiro dia com alguns estudantes em sala de aula.

Confira a nota lançada pela prefeitura no site oficial, no dia 09 de abril:
A partir dessa quinta (10), as aulas da Rede Municipal de Ensino serão retomadas para que não comprometa o ano letivo.

Segundo a secretária de Educação, Ruth Márcia, as escolas da Zona Rural continuam com as atividades, pois não aderiram à paralisação. “Algumas unidades escolares da Sede também deram continuidade as aulas, e as que estavam paradas irão voltar às atividades normalmente” afirma Ruth.

Ainda segundo a secretária, o rejuste salarial está sendo negociado entre a gestão e os representantes das classes, através do SIFUPREMA, então não há razão para a suspensão das aulas.(ASCOM/MARAGOGIPE)
Logo em seguida, os sindicalistas lançaram nota rebatendo o posicionamento da Prefeitura de Maragogipe. Leia a nota do presidente do SIFUPREMA (Sindicato dos Funcionários da Prefeitura de Maragogipe) - Mário de Dezinho.

Hoje a prefeita municipal de Maragogipe colocou um carro de som nas ruas e distritos de nossa cidade informando que os alunos já poderiam voltar as aulas e que já havia mandado o projeto de lei para câmara municipal. Ao ouvir o anúncio, me desloquei até lá, constatando que nenhum Projeto de Lei foi enviado por parte da gestão àquela Casa. Informo também a todos os servidores públicos que a greve continua até darmos uma resposta em assembleia geral a todos os servidores. Prefeita, não tente tirar o foco das categorias e nem jogar os servidores contra os vereadores com calúnias absurdas e mais, enganando alunos e pais que vão se preocupar em mandar seus filhos para a escola. Os professores também aderiram a greve, que continua até que a gestora sente com compromisso e responsabilidade com a categoria. Só depende da prefeita para o retorno das aulas e as demais atividades.

Presidente do SIFUPREMA – Mario de Dezinho

Vamos servidores coragem! (Fonte: Maragojipe24h)
 E agora, essa greve acabou ou não?
Só depende dos servidores públicos de Maragogipe.

Comentários