Visitação à Exposição Carnaval da Cultura segue até o dia 27, no Palácio Rio Branco


Até o dia 27 de abril, o público poderá reviver a magia do Carnaval através das fotografias da Exposição Carnaval da Cultura, promovida pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA). A mostra reúne 40 imagens registradas durante a festa nos programas Carnaval do Pelô, Outro Negro, Pipoca e Outros Carnavais. As fotografias foram feitas pelos fotógrafos Álvaro Vilella, Edson Ruiz, Lucia Correia Lima, Rosilda Cruz e Sidney Rocha. A visitação acontece no Palácio Rio Branco e pode ser feita de terça a sexta-feira, das 10h às 18h e aos sábados e domingos, das 10h às 14h.

Durante a abertura da exposição, que aconteceu na noite desta segunda (14), a diretora do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), Arany Santana, agradeceu aos fotógrafos e pontuou: “Esta exposição é uma forma de valorizar o profissional que trabalha no Carnaval, que está ali no meio da multidão. Ao mesmo tempo, busca revelar os personagens do Carnaval da Cultura e oportuniza mostrar o trabalho dos fotógrafos”. De Salvador, a mostra segue para o interior do estado, onde deve circular pelos espaços culturais administrados pela SecultBA.

A fotógrafa Rosilda Cruz se emocionou ao apreciar suas imagens na exposição. “Tem um pedacinho de cada Carnaval, a escolha das fotos foi muito feliz, pois dá para ter uma ideia de todos os circuitos. Eu olho as imagens e revivo a festa”. A ideia ampla do Carnaval da Cultura, mostrada em fotografias, também foi observada pela produtora cultural, Mariana Guedes, que visitou a exposição: “as fotos contemplam não só Salvador, mas outros lugares, outros circuitos, como Maragogipe. De enquadramento mais fechado ao mais aberto, ao ver as imagens, a gente imagina toda a festa”.

Em Salvador, as imagens foram registradas no Carnaval 2014 nos largos e praças do Pelourinho – que homenageou, este ano, os 40 anos do Ilê Aiyê e o centenário de Dorival Caymmi, nos desfiles do Ouro Negro – que incluem os blocos afros, de índio, de samba e afoxés, e no Carnaval Pipoca, com a criatividade e a alegria dos microtrios. Já as fotografias da festa em Maragogipe – que integra, ao lado do Palco do Rock, em Piatã, o projeto Outros Carnavais da Secult – foram feitas entre 2006 e 2012.

A curadoria da exposição Carnaval da Cultura é assinada pelos fotógrafos Adenor Gondim e Célia Aguiar, pela jornalista Adriana Jacob, assessora de comunicação da SecultBA e pela produtora cultural Cristiane Taquari, coordenadora do Centro de Culturas Populares e Identitárias da SecultBA.

Carnaval da Cultura: Tendo como marca a diversidade, o Carnaval da Cultura reuniu uma mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de milhares de artistas. Com investimento do Governo do Estado em torno de R$ 10 milhões, possibilitou o acesso gratuito dos foliões a 218 atrações, que foram selecionadas para receber o apoio da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia, considerando a qualidade e mérito das propostas, avaliadas por uma curadoria formada por profissionais altamente qualificados e de competência técnica.

Veja mais no site do Carnaval de Maragogipe.

Comentários