Carta do Leitor: Joel Rebouças reclama do lixo acumulado a mais de um mês no bairro das Palmeiras

Quanto tempo tem que este leitor está reclamando nas redes sociais? Mais de um mês. Mais precisamente, desde o dia 25 de março de 2014 quando o mesmo postou a primeira imagem em seu perfil social e até o presente momento, nada foi resolvido. No bairro das Palmeiras, o lixo perdura, resiste ao tempo, aumenta e diminui, mas permanece no mesmo local e nada está sendo feito para resolver essa situação.


No dia 24 de abril, um mês depois da primeira publicação, Joel Rebouças escreve: "Lixo, Lixo, Lixo. Volto a publicar o mesmo descaso nas Palmeiras, em Maragogipe. O lixo continua no mesmo lugar em quantidade bem maior. Isso não é foto velha. Quem quiser pode ir lá conferir. Cidade Limpa, Povo Civilizado. Cidade Limpa, Povo Educado!"

Esse mesmo morador, me enviou duas vezes o pedido para publicação desta matéria, que acabei indo conferir e encontrando neste dia 09 de maio, o mesmo lixo no local.

E aí. Quem será o responsável pela retirada deste lixo do local? Porque ele continua a proliferar-se no local? O que está acontecendo? 

Vale ressaltar que parte deste lixo, está sendo jogado no rio Quelembe. Na mesma ponte, alguns pedaços de papelão podem ser visualizados no rio.

Comentários