Carta do Leitor: Neila Salles escreve com indignação mas com uma dose de esperança

A leitora deste blog Neila Salles nos enviou uma nota expressando a sua indignação por tudo o que está acontecendo no município. Leiam...


Por Neila Salles

Confesso uma tristeza incomensurável pela minha Maragogipe, cidade tão amada, rica em cultura e em pessoas hospitaleiras.

Confesso que hoje, dia 07 de maio, véspera de aniversário dessa cidade tão querida, mais uma vida foi ceifada pelo narcotráfico que faz a lei no município.

Envergonho-me como cidadã política e Maragogipana por ter contribuído com que a atual gestão pusesse a esmo as nossas prioridades, as nossas garantias fundamentais trazidas em nossa Carta Maior.

Até então não havia me posicionado em relação aos episódios sangrentos, à marginalização política, à falta de segurança, zelo e descaso que somos obrigados a tolerar. É como se estivesse engasgada e pouco pudesse balbuciar algumas palavras...

Mas hoje eu consegui GRITAR, eu reencontrei a minha voz pra dizer: VAMOS NOS UNIR!

Somos um povo guerreiro, temos entranhado em nossa cultura o sangue dos Maragós, leiam-se "braços invencíveis". Desanimar pra que?!

Enquanto a beleza da nossa cultura é levada a Lisboa, Madri e sei lá mais quantos lugares desse mundo, a nossa cidade chora, a nossa cidade pede socorro, pede melhores condições de vida.

Neste exato momento está tendo tiroteio nas proximidades da estrada do colégio Polivalente, pessoas fugindo das suas casas amedrontadas e eu pergunto: cadê a polícia?!

Amigos, "somos os filhos da pátria querida, terra bendita que nos viu nascer e só por ela iremos à luta..."

Acorda, Maragogipe!!

Vamos à luta!! Vamos nos unir!! Vamos GRITAR, vamos fazer barulho até sermos ouvidos.

Indignação com uma dose de esperança é o que confesso neste momento.

Comentários