Tem início a trezena de Santo Antônio em diversas partes do município de Maragogipe

A Festa de Santo Antônio já faz parte do calendário de festividades oficiais deste Município. No Brasil, Santo Antônio um dos santos católicos que mais possuem devotos, além de ser um dos que mais são comemorados durante as festas juninas.

Todavia, é importante ressaltar que esse santo, que normalmente é representado carregando o menino Jesus em seus braços, ficou realmente conhecido como "casamenteiro" e é sempre o mais invocado para auxiliar moças solteiras a encontrarem seus noivos.

Na Bahia e em Maragogipe, o nosso Santo Antonio atrai multidões até os dias atuais por ser poderoso em obras, palavras e semeador da palavra de Deus. Vale ressaltar que as comemorações ao Santo Antônio acontecem em vários lugares do município. Desde templos à residências.

Em Maragogipe, são várias as residências que promoveram culto ao santo católico nestes primeiros treze dias de junho. As trezenas de Santo Antônio também aconteceram na vila de Santo Antônio de Aldeia, em sua capela e na Capela de Nossa Senhora da Lapa, localizada no Saboeiro, em Maragogipe, assim como em Nagé, Coqueiros e São Roque.

13 de junho, Dia do Santo Casamenteiro! 
Viva Santo Antônio!!

História
Santo Antônio de Lisboa, também conhecido como Santo Antônio de Pádua, pois o frei Antônio morou em Pádua, na Itália, durante muito tempo e lá, a população ouviu suas palavras e seus conselhos. Segundo o professor Alex Brito, Santo Antônio sente-se reconfortado em suas lutas. Crianças são por ele abraçadas e abençoadas. Mulheres e esposas são defendidas em seus direitos. Lares são reunidos pela força do amor que ele tão bem sabia suscitar.

Em 1231, bastante exausto por seus trabalhos, vai se recuperar em Camposampiero (localidade da região de Vêneto, Itália). Lá em sua cela, pouco tempo antes da sua morte, apareceu-lhe o Menino Jesus. No seu retorno a Pádua, ele não aguentou e acabou morrendo no convento das Clarissas Pobres, em Arcelha, nos arredores de Pádua, no dia 13 de junho de 1231. Onze meses depois de sua morte, foi canonizado em 30 de maio de 1232 pelo Papa Gregório IX, em Espoleto, Itália.

Comentários