Festa de Agosto: Devemos montar estrutura de palco e som na Praça da Matriz ou não?

O jovem Erick Conceição nos enviou um texto opinativo sobre a festa de São Bartolomeu. Segue para apreciação do público leitor.

Por Erick Conceição

É chegado o mês de Julho, mas os maragogipanos pensam realmente é no mês de Agosto, onde se concretiza os festejos religiosos e profanos em homenagem ao São Bartolomeu, o padroeiro da Patriótica Cidade. E é sobre esta festividade que está na alma e na identidade do maragogipano que eu quero conversar com você leitor, um assunto um tanto quanto polêmico mas necessário de ser debatido, a festa precisa ser discutida por nós maragogipanos.

A estrutura da festa é montada na Praça da Matriz, atrás da Igreja de São Bartolomeu. Aí que está o problema. A Igreja durou 15 anos para ser construída e a obra foi finalizada em 1658. Uma estrutura com mais de 300 anos e que guarda GRANDE valor histórico, é patrimônio de todo o povo baiano e principalmente de nós maragogipanos. É a casa de São Bartolomeu e local de celebração de missas, casamentos e demais atividades Católicas.

Acontece é que a instalação do palco para a realização dos shows na festa de Agosto é feita no fundo da secular igreja como dito anteriormente e o IPHAN condenou esta prática por conta das vibrações do sons emitidos pelo palco, estar comprometendo a estrutura física do altar MOR. Diante disso, surge o questionamento: Em nome da preservação do nosso patrimônio histórico, a estrutura da festa não deve ser realocada? SIM, minha é resposta é SIM e em maiúsculo. Devemos deixar os interesses econômicos, políticos e a ortodoxia do “Sempre foi ali e sempre será”. Existe uma causa maior que tudo, que é preservar a casa de São Bartolomeu, a Igreja secular, não pode ser prejudicada mais do que já foi. Repensar o local da realização da festa de Agosto é necessário e urgente em nome do nosso patrimônio arquitetônico e na minha humilde opinião A praça João Primo Guerreiro, mais conhecida como Praça do Cai-já, é o local mais adequado para receber a festa de São Bartolomeu.

Comentários