Segundo Revista Exame, Estaleiro Enseada é a empresa que mais cresceu em 2013

Um ranking publicado no guia Maiores e Melhores, da Revista Exame, colocou a Enseada no topo das empresas que mais cresceram no ano passado, ficando à frente de grandes companhias como NET e Samsung. Em 2013, o empreendimento obteve um aumento na receita líquida de 548% em relação a 2012. A publicação afirma que o crescimento vem acontecendo graças a encomendas da Petrobras que somam 6,5 bilhões de dólares.

Além de apontar a Enseada como uma das 500 empresas que mais cresceram no Brasil, a revista também classificou o empreendimento como um dos 50 maiores exportadores por receita de exportação e como a 43ª maior empresa do Norte-Nordeste. A retomada da indústria naval no país, devido ao novo cenário de exploração do petróleo na camada do pré-sal, impulsiona a Enseada para gerir outros negócios. “Queremos entrar em outras áreas, como o reparo naval”, revelou Humberto Rangel, diretor de Relações Institucionais e de Sustentabilidade.


Curiosidades divulgadas pela revista:
  • 1,6 milhão de metros quadrados é o tamanho da Unidade Paraguaçu, que está sendo construída na Bahia, e deverá ficar pronta em 2015. A área do estaleiro corresponde a 224 campos de futebol como o do Maracanã.
  • 29 megawatts é a previsão de quantidade de energia que será necessária para o estaleiro Paraguaçu operar em plena atividade. É o suficiente para abastecer 435 mil pessoas, ou uma cidade do porte de Santos, no litoral paulista.
  • 36 mil toneladas de aço por ano é o que o estaleiro de Paraguaçu poderá processar quanto estiver em plena atividade. Com esse aço, é possível construir 900 quilômetros de trilhos de trem, distância entre as cidades de São Paulo e Vitória.

Comentários