Maragogipe: 40 famílias do Quilombo Salamina Putumuju comemoram posse de terra


A comunidade do Território Quilombola Salamina Putumuju, situado no município de Maragogipe, no Recôncavo baiano comemora, neste sábado (02), às 9h30, a posse de um imóvel de 1,4 mil hectares. O ato representa uma vitória para as famílias e para o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), que desde 2005 se empenha para transferir a posse da área à comunidade. Os ministros do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial, Luiza Bairros, o governador da Bahia, Jaques Wagner, e o presidente do Incra, Carlos Guedes, participam da comemoração.

A incorporação dessa área, a terceira desapropriada pelo Incra, soma 1,7 mil hectares de terras obtidas, o que corresponde a 84% do total do Salamina Putumuju. O Incra na Bahia está finalizando o processo de desapropriação de outras quatro propriedades para englobar toda a área. A obtenção dos imóveis é a última fase antes da titulação comunitária do território.

Atualmente, cerca de 40 famílias vivem no Salamina Putumuju. Elas cultivam mandioca, milho e feijão e se dedicam à pesca. A história desse território tem origem no século XVI com o cultivo da cana-de-açúcar, que se baseou na exploração da mão de obra escrava. A comunidade quilombola se formou em uma área de 2.061 hectares, onde estão as sete fazendas que o Incra vem destinando à comunidade.

Maragogipe
Além do Salamina Putumuju, há outras três comunidades quilombolas no município de Maragogipe com processo em andamento no Incra para a regularização fundiária dos territórios. A ação beneficiará 100 famílias de remanescentes de quilombos.

As áreas são a Buri, que está em fase de elaboração do Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID), e as comunidades Enseada do Paraguaçu e Dendê, que já possuem processos abertos pelo Instituto.

Serviço: Imissão na posse da Fazenda Salamina
Dia: 02 de agosto (sábado)
Horário: 9h30
Local: Fazenda Salamina, município de Maragogipe – a 130 quilômetros de Salvador (BA).

Fonte: MDA
Mariana Sacramanto

Comentários