TV faz sensacionalismo com onda de violência em Maragogipe e acaba com nossa cultura


Que a onda de violência no município de Maragogipe está crescente é fato e ninguém discorda, mas acabar com nossa cultura em uma rede estadual de televisão é muita irresponsabilidade. Fiquei indignado ao ouvir parte dos comentários da rede Record sobre a crescente onda de violência no município. Se existe uma coisa que amo é esta terra e tento buscar e propor soluções para resolver este problema.

Aliás, discutir e refletir sobre a violência é uma coisa que estes programas sensacionalistas e policialescos de televisão não fazem. Comentários baixos depreciam a imagem de qualquer cidade e que tipo de solução eles propuseram? Você, caro leitor, conseguiu encontrar alguma solução nos comentários daquele apresentador? Acredito que não.

Pelo contrário, vocês ouviram ele falar que nosso São João e a nossa moqueca tradicional acabou, e sobre o Carnaval de Maragogipe e os mascarados, que segundo ele - andam armados -, mas o que faltou? Que propostas ele deu para modificar esta realidade? O que a cidade pode fazer atualmente para modificar esta realidade?

Perdão, mas esta parte eu não escutei. Logo, estou sofrendo uma indigestão.

Falar sobre a realidade de uma cidade não implica desgraçar com ela. Acabar de vez com sua cultura, com sua população. Destruir a imagem e a identidade de um povo. A maioria da população maragogipana não é conivente com essa onda de violência e insegurança. A maioria da população defende um solução em curto e longo prazo, pois entendemos que nada disso será resolvido em questão de dias.

O apresentador falou que "o revólver virou brinquedo de guri", se isso é verdade é porque a família está desestabilizada. Ele também falou que "fuzis já estão sendo vendidos na feira de Maragogipe", se isto é verdade é porque os poderes públicos estão inertes. Qual é a solução para estes problemas? 

Várias. Podemos partir da orientação familiar, passar pelo investimento em educação, em programas sociais, e atingir nossos atuais governantes e sua destituição caso eles não tentem resolver estes problemas. Outras propostas podem surgir. O que não podemos é continuar com esta mídia especulativa e sensacionalista.

O povo maragogipano merece respeito.

Comentários