Prefeitura de Maragogipe realiza primeira reunião para realização do Plano Municipal de Saneamento Básico

Cobramos e a resposta foi imediata. Isso é importante para a discussão de uma sociedade mais justa. Agora, vamos aguardar mais informações sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico. Todos devem colaborar no processo de construção.

Leia matéria publicada no site da Prefeitura de Maragogipe, no dia 24 de novembro:


A Prefeitura de Maragogipe realizou, na manhã da última sexta-feira (21), no Gabinete da secretária Municipal de Planejamento, Ruth Márcia Ferreira, a primeira reunião com a CKM, empresa responsável pela elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

A reunião foi realizada com o engenheiro coordenador da CKM, Altair Ferreira Moreira e a coordenadora de negócios da empresa, Meiriane Lima, com a participação de representantes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Social, Saúde e de Serviços Públicos, Transporte e Meio Ambiente e teve o objetivo de informar sobre a importância da criação dos Comitês de Coordenação e Execução, que serão imprescindíveis para a formação dos grupos de trabalho contemplando vários atores sociais intervenientes para a operacionalização do Plano. Além disso, durante a reunião, foi apresentado o Termo de Referência, documento que norteará todo o trabalho a ser realizado no município.

A realização do Plano Municipal de Saneamento Básico representa um avanço significativo na construção de instrumentos de gestão de abastecimento público, coleta, afastamento e tratamento de esgoto, serviços de destinação dos resíduos sólidos e drenagem das águas superficiais, pois dá inicio a fase de ordenamento do gerenciamento desses serviços de forma a estabelecer e equacionar objetivos, metas e investimentos necessários, com vistas a universalizar o acesso da população aos serviços de saneamento, com parcimônia, dirimindo conflitos de interesse dentro do município.

Segundo a secretária Municipal de Planejamento, Ruth Márcia Ferreira, “o Plano de Saneamento Básico não é um Plano de Governo Municipal, mas um compromisso da sociedade em termos de escolha de cenários futuros. O Plano Municipal de Saneamento Básico é um instrumento de planejamento que vai auxiliar os municípios a identificar os problemas do setor, diagnosticar demandas de expansão e melhorar a qualidade dos serviços, estudando alternativas de solução, reforçando a ideia de planejamento sustentável, tanto do ponto de vista da saúde e do meio ambiente como do ponto de vista financeiro”.

A construção do Plano Municipal de Saneamento Básico requer a formatação de um modelo de planejamento participativo e de caráter permanente e pressupõe uma tomada de consciência individual dos cidadãos sobre o papel ambiental, social, econômico e político que desempenham em sua comunidade, onde todas as fases da elaboração do PMSB, bem como as etapas seguintes de implantação e revisão, prevêem a inserção das perspectivas e aspirações da sociedade, seus interesses múltiplos e a apreciação da efetiva realidade local para o setor de saneamento.

Fonte: Ascom / Maragogipe

Comentários