De acordo com Chefe da Polícia Civil, fugas de presos ocorrem por falta de estrutura nas delegacias do interior

O município de Maragogipe enfrenta uma difícil situação, pois foram contabilizadas quatro fugas de prisão no período de quinze dias. O chefe da Polícia Civil de Santo Antonio de Jesus, Dr. Paulo Guimarães informou que nos dias 28 e 30 de dezembro, 03 e 15 de Janeiro presos fugiram em razão de as delegacias não possuírem condições de abrigar detentos de alta periculosidade. “Encaminhamos estas fugas ao diretor do DPIM da cidade de Maragogipe.

Ocorreram fugas também nas cidades de Cruz das Almas durante o ano passado, o que fez com que a delegacia fosse interditada. Também as esquadras de Muritiba, Governador Mangabeira, Santo Antônio de Jesus, então hoje a 4ª Coorpin não possui uma delegacia que ofereça a segurança necessária para abrigar um indivíduo perigoso, por isso orientamos aos delegados que ao terem um detento que vá imediatamente a um Juiz para solicitar a transferência deste para um presídio das cidades de Valença, Feira de Santana ou cadeia pública em Salvador para que possamos ter tranquilidade no desenvolvimento do trabalho e que essas pessoas fiquem à disposição da Justiça”, declarou.

Situação da Delegacia de Amargosa - A respeito da delegacia no município de Amargosa que foi destruída, o coordenador relatou que a esquadra está numa casa alugada, sem carceragem, o preso ou vai ara uma delegacia vizinha ou para um presídio, o delegado Dr. Adilson efetuou mais de 60 prisões, sempre solicitando novos mandatos. “Sexta-feira ele me mandou dois mandatos de elementos que estavam atuando nos municípios de Amargosa, Varzedo e Santo Antônio de Jesus. Os identificamos e esperamos concluir o mandato de prisão o mais rápido possível”, comentou.

Coordenador da Polícia Civil – Acerca do assunto, Guimarães destacou que há alguns nomes em mente importantes a serem indicados para o cargo. “No último final de semana seria anunciado o novo delegado, mas chegou a informação durante esta semana, no mais tardar até quarta-feira sairá o nome do delegado geral que dará as diretrizes para a PC. A escolha norteará a Polícia Civil em 2015-2016. Temos que aguardar”, disse.

Comentários