APMM reivindica cumprimento dos acordos firmados com a Prefeitura de Maragogipe

A Associação dos Professores do Município de Maragogipe - APMM publicou boletim informativo relatando a atual situação dos professores no município de Maragogipe. Vale ressaltar que as reivindicações continuam as mesmas do ano passado. A associação reivindica cumprimento dos acordos firmados com a Prefeitura de Maragogipe


O governo federal vai reajustar o piso nacional de professores em 13,%, e o valor passará a ser de R$ 1.917,00 para docentes de escolas públicas com 40 horas de trabalho semanais. O valor anterior era de R$ 1.697,39. Os estados e municípios precisam se adequar para pagar o novo salário aos professores já em fevereiro.

Segundo nota do Ministério da Educação, o ministro Cid Gomes reuniu-se nos últimos dias com representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed), da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime) e da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) para determinar o valor do novo piso.

Conforme a legislação vigente, a correção do piso reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno definido nacionalmente pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

Já o salário mínimo passou para R$ 788 a partir do dia 1º de janeiro de 2015. O novo valor representou reajuste de 8,8% sobre o salário mínimo anterior, de R$ 724.

De acordo com o decreto, o valor diário do salário mínimo corresponderá a R$ 26,27 e o valor horário, a R$ 3,58.

Observação:
Em nosso município - MARAGOGIPE, estamos com o piso a cima do nacional R$ 48,04. Caso a gestão municipal conceda os 13% de reajuste continuaremos com cerca de R$50, 00 a cima do piso nacional, caso aplique, como nos últimos dois anos o aumento igual para todos os funcionários de acordo com o mínimo, ficaremos abaixo do piso nacional.

Notícias para os professores
  • A APMM está entregando a seus associados as carteiras que concede descontos no comercio local.
  • A Associação dos Professores continua a Parceria com CURSOS ALIANÇA no sentido de promover cursos de Pós-graduação Lato Sensu para seus associados através da BARÃO DE MAUÁ. 
  • Orientações jurídicas na APMM .
  • Plano de Saúde União Médica.

Maiores informações na NOVA sede da APMM PRAÇA DA PROMESSA nº40. Próximo a DIVA Material para construção.
Tel.(75) 3526 2714 99914490.
ATENÇÃO
Os professores municipais entrarão em campanha salarial para o ano de 2015 e a APMM LEMBRA que as REIVIDICAÇÕES são “praticamente” as mesmas que não foram respeitadas em Audiência de CONCILIAÇÃO e nem na última campanha salarial

Reivindicações:
  • 13% de aumento salarial;
  • Elaboração do PCCS;
  • 20 % de aumento de regência;
  • Eleição dos gestores escolares;
  • Planilha de liberação da licença prêmio;
  • Auxílio de 50% das mensalidades da graduação dos professores em formação;
  • Mais segurança nas escolas;
  • Reajuste salarial sobre as gratificações denominadas “estabilidade financeira e quintos”.
  • Respeito a Lei do Enquadramento e ao Estatuto do Magistério no que se refere a concessão da mudança de nível.
Obs.: Salientamos que a maior parte das reivindicações ora apresentadas, já foram exaustivamente enviadas para a gestão municipal.

Perdas dos professores municipais nos últimos 02 anos

  • Desconto do INSS sobre o terço de férias;
  • A prefeitura não libera: Licença prêmio, mudança de nível , quintos e enquadramento;
  • O reajuste salarial não incide sobre as gratificações denominadas estabilidade financeira e quintos;
  • Deixa de descontar a contribuição mensal dos associados da APMM legalmente autorizada pelos mesmos.

Comentários