Deputado Bebeto Galvão prevê fechamentos de estaleiros se não houver financiamento


Depois de um encontro com o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, ocasião na qual foi anunciado o encaminhamento oficial do governo federal para tentar reverter a crise dos estaleiros navais do Brasil, o deputado federal baiano Bebeto Galvão (PSB) disse que prevê um futuro ruim para os trabalhadores do segmento.

O parlamentar afirmou que a única medida capaz de resolver o problema é a contratação do empréstimo pelo BNDES para a Sete Brasil. “A nossa previsão é de que todos os estaleiros navais do país fechem em cerca de 40 dias, caso o investimento não seja garantido. Mas se for liberado, impediremos o fechamento deles e garantiríamos o retorno das atividades do estaleiro da Bahia”, frisou.

Durante a reunião o ministro Eduardo Braga se comprometeu em reunir representantes da Petrobras, da Sete Brasil e do BNDES para identificar o motivo do impasse. Ele quer saber do banco qual o desconforto em liberar o financiamento e se os contratos em questão são alvos de investigação. Na avaliação de Bebeto, a "traquinagem" de um ou outro dirigente de empresa não pode penalizar toda a Indústria Naval, que gera emprego e desenvolvimento para o país.

Participaram da reunião a senadora Lídice da Mata (PSB), o prefeito de Salinas, Jorge Castelucci (PV), o vice-prefeito de Maragogipe, Dr. Ademar (PTB), dentre outros políticos.

Comentários