O espectro da política maragogipana e suas conjunturas para 2016 (por Augusto Lopes)

Por Augusto Lopes

Milito na politica maragogipana a muitos anos, digo isso porque já tenho 60 anos e tenho quase quarenta de vida pública em vários sentidos e dentre esses mais de 25 anos na politica. Isso apesar de não ter mandato eletivo, porque sempre fiz politica de apoio, de gratidão, de trabalho, de enfrentamento, de classismo, de ajuda ao lado que escolho, de fidelidade aos meus princípios e respeito pelo voto do cidadão maragogipano.

Diante de tais afirmativas, começo a vislumbrar um espectro politico em Maragogipe, igual aos passados mas como estamos no presente prefiro olhar pelo ângulo que se nos apresenta atualmente. Vejo uma preocupação generalizada em alguns entes políticos maragogipano, que me trazem uma certa impressão de estarem trilhando no caminho de uma tomada de consciência válida, até porque o momento é tenso, incerto e de uma inversão de valores generalizada em todos os segmentos da sociedade brasileira como um todo.

A politica maragogipana, não fica inerte a isso e já se nota movimentos e movimentações localizadas, princípio de idéias a surgirem, nomes sendo já citados, pré candidaturas já aflorando, enfim começa a se formar um quebra-cabeça e preocupação de como será o processo eleitoral e a campanha de 2016 em nossa terra.

Até certo ponto é salutar esse ambiente pois não se pode deixar prá cima da hora, pretensões que poderão germinar e florescer na época do pleito. Estou assimilando e observando e porque não dizer: aprendendo mais um pouco daquilo que foi e é a razão de ser de quase minha vida inteira: " A POLITICA ."

AUGUSTO LOPES
Somente Cidadão Maragogipano

Fonte: Blog do Juraci Rebouças (www;juracireboucas.com)

Comentários