BAND: Fundação Vovó do Mangue e Projeto CO² recupera manguezais em São Francisco do Conde (VÍDEO)

Da Redação (Band)


A destruição dos manguezais tem se tornado um problema ecológico e também de sobrevivência para a população que vive da venda de caranguejos e mariscos, mas uma ação com ambientalistas, pescadores e marisqueiras pretende recuperar esse ecossistema, através do plantio de mudas nativas.

Através de uma ação que pretende unir a tradição dos centenários saveiros da Bahia à preservação dos manguezais da Baía de Todos os Santos. Promovida pelo Projeto CO² Manguezal, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, serão reflorestados 3,5 hectares de manguezais na cidade de São Francisco do Conde/Bahia.

Patrimônio naval da Bahia, os saveiros são parte fundamental da história da Baía de Todos os Santos. Ao longo dos anos, eles assumiram a função de transporte de alimentos, materiais de construção, animais e todo tipo de mercadorias, promovendo o desenvolvimento socioeconômico da região do Recôncavo Baiano. Agora, o saveiro se presta à função de preservação dos manguezais, ao transportar 15 mil mudas das espécies Mangue Vermelho (Rhizofhora Mangle) e Mangue Preto (Avicennia Schaueriana), que possuem a maior capacidade de capturar e armazenar o carbono atmosférico que causa o efeito estufa.

Com essa ação o Projeto CO² pretende mobilizar e conscientizar a comunidade e entidades comprometidas com a defesa do meio ambiente. É necessária a ação integrada de todos esses agentes para o devido reconhecimento da importância ambiental, socioeconômica e cultural dos manguezais e saveiros da Baía de Todos os Santos.

Comentários