Maragogipe merece MAIS: População deveria entrar com Ação Civil Pública contra empresas de telefonia e internet


Em 2008, o Ministério Público Estadual da Bahia ingressou com uma ação civil contra a OI Velox por contratos abusivos (Ver matéria aqui: http://www.mpba.mp.br/noticias/2008/mai_07_velox.asp#)

Em 2014, a CDL de Barreiras fez o mesmo: ingressou com ação civil pública contra empresas de telefonia e internet que prestam serviços na cidade de Barreiras.

O fato é que, os maragogipanos estão pagando mais por menos e nada está sendo feito. Pagamos 39,90 por 1 megabyte de velocidade, enquanto a OI Velox, fornece 15 megabytes por 39,90 em várias cidades do Recôncavo com prestadores de serviços terceirizados.

É um absurdo esta discrepância entre valores de uma mesma região. Aliás, isto não poderia acontecer em momento nenhum.

E não podemos deixar de esquecer a situação dos nossos distritos. Nagé, Coqueiros ainda sofrem com este descaso, Guapira e Guaí nem se fala. São Roque idem. A população de Maragogipe merece MAIS.

Na ação precisamos requerer que as operadoras telefônicas e de internet apresentem ao Juízo um projeto/cronograma de investimentos e medidas urgentes que garantam a qualidade e continuidade dos serviços prestados pelas mesmas, bem como para que as requeridas encaminhem mensalmente as providências que estão sendo tomadas, assim como, é preciso responsabilizar civilmente estas empresas a ressarcir com os custos que pagamos acima dos valores pagos por todos os usuários.

Comentários