Programas de Responsabilidade Social da Enseada beneficiam comunidades do Recôncavo


A Enseada Indústria Naval realizou, em maio, palestras, dinâmicas e exibição de vídeos sobre a riqueza cultural da região do Recôncavo Baiano e sua importância na construção de uma identidade positiva local. As 27 ações aconteceram nos municípios de Maragogipe, Salinas da Margarida e Saubara (municípios que compõe a Área de Influência Direta do empreendimento) e fazem parte do Programa de Educação Ambiental para Comunidades (PEAC) e do Programa de Saúde e Segurança. Participaram 489 pessoas, entre jovens, mulheres, marisqueiras, pescadores, educadores, gestores escolares e comunidade geral. As ações aconteceram em parceria com as Secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social dos municípios e tem como objetivo fortalecer a relação entre a Enseada e as comunidades.

Dentre as diversas atividades, destaca-se a de educação ambiental com foco no tema Nosso Patrimônio Cultural e Arqueológico, realizada nas escolas de Saubara e de Maragogipe. De acordo com Fabiane Resende, educadora do Colégio Nossa Senhora da Conceição, em Coqueiros, distrito de Maragogipe, a proposta das ações é interessante, pois os encontros despertam a comunidade escolar para as riquezas e oportunidades que o município oferece. “Esse tipo de iniciativa deve continuar acontecendo, e com novos temas para estimular os alunos”, revelou a educadora.

Educando os adultos do futuro

Os jovens de Maragogipe e Saubara participaram de palestras e debates sobre Educação Sexual com foco na prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST’s) e Planejamento Familiar. Também foram realizadas oficinas de Desenvolvimento Humano e Cidadania com objetivo de contribuir para inclusão socioeconômica dos jovens da região.

Em Salinas da Margarida, a equipe de Responsabilidade Social da Enseada participou da ação do Pacto Nacional pelo Enfrentamento à Violência contra Mulher, que disponibiliza uma Unidade Móvel de Acolhimento à Mulher e oferece serviços de orientações, acolhimento, apoio psicológico, jurídico e social através de uma equipe multidisciplinar. “Aproveitamos a oportunidade para promover uma roda de conversa sobre a nossa cartilha de Cultura de Paz e Não Violência e conversar sobre os direitos das mulheres, Lei Maria da Penha e os tipos de violência, para o público que aguardava atendimento”, afirmou Morgana Carregosa, da equipe de Responsabilidade Social do estaleiro.

As ações de Responsabilidade Social vêm contribuindo para aproximar e fortalecer a relação da Enseada com as comunidades do seu entorno. “Isso demonstra o comprometimento da empresa com o desenvolvimento local e sustentável da região. Atuamos com projetos e ações nas áreas de educação ambiental, cultura, desenvolvimento humano e cidadania. Até o momento, estivemos presentes em 18 comunidades nos municípios de Maragogipe, Salinas da Margarida, Saubara e São Felix”, disse Morgana.

De janeiro a maio deste ano, foram realizadas 122 ações beneficiando 7.120 pessoas.

Comentários