Serventuários do Poder Judiciário entram em greve geral na Bahia


O Tribunal de Justiça da Bahia está classificado pelo Conselho Nacional de Justiça – CNJ como o pior judiciário do país, tem restringido os servidores de receberem direitos já adquiridos por Lei. Até o momento o TJBA não pagou o reajuste linear de 2015 da categoria, não pagou o percentual de 5% do Plano de Cargos e Salários, além disso, em virtude ao déficit de mais de 10 mil vagas no judiciário baiano, os servidores são obrigados a substituírem os cargos vagos, acumulando função e sem nada a receber por isso. Enfim, esses são alguns dos absurdos da realidade dos servidores do Judiciário baiano.

Por este motivos, os serventuários da justiça resolveram entrar em greve geral e o município de Maragogipe também será atingido. Veja como fica o funcionamento do Fórum Raul Chaves:

Com isto, quase todos os serviços do Fórum Raul Chaves estão paralisados. Mas vale ressaltar que a Dra. Juíza da Vara Crime manteve o Juri que estava programado para daqui a quinze dias, independente da greve. "Nada mais justo e correto, pois a demora nos julgamentos é que gera a imagem de impunidade. Parabéns a Juíza.", falou o advogado Paulo Guerreiro.

Em relação as audiências cíveis programadas, o Juiz Dr. Gustavo ficou de comparecer para as mesmas, independente da greve, contudo, ficou de analisar o comparecimento ou não das partes por causa do noticiário da greve.


No dia 07 de agosto, acontecerá uma reunião no sindicato para decidir sobre a continuação ou não da greve.

Comentários