Mesmo com chuva, fiéis acompanham a Procissão de São Bartolomeu


O céu estava fechado, chuviscos ditavam o ritmo da procissão do glorioso padroeiro de Maragogipe - São Bartolomeu -, haveria muitas paradas, mas nada impediu da procissão seguir seu rumo e da população de Maragogipe de seus fiéis solicitarem uma intercessão do seu padroeiro para superação de todos os sacrifícios que a comunidade está vivendo e com sua fé inabalável na pessoa de Jesus Cristo rogai por toda a comunidade.


Durante o cortejo, a procissão passou pelas principais vias da cidade. Percorreu o Centro, a Rua Nova, Areal, Enseada, Cai-já, Praia do Dique, Saboeiro, Porto Grande e Pequeno, sempre parando em nas principais capelas da cidade, como na imagem a cima, em que São Bartolomeu está diante da Capela de São Pedro na Enseada.


O chuvisco não era continuo e sempre a chuva cessava, a comunidade parava para retirar a capa de chuva das imagens. Como nesta imagem que retrata o momento em que os membros do Terço dos Homens estavam prontos para suspender novamente a imagem de Nossa Senhora.


Párocos de diversas comunidades, assim como membros católicos de diversas cidades do Recôncavo, da Bahia e do Brasil compareceram em massa a esta grandiosa procissão marcada pela fé naquele que tudo fortalece.


O imperador e seus vassalos também marcaram presença na procissão em louvor a São Bartolomeu. Com um manto ricamente trabalhado por artesãos da própria comunidade.


As filarmônicas Terpsícore Popular e Dois de Julho enriqueceram os festejos com sua musicalidade e tradição. Neste ano, a Filarmônica Dois de Julho (foto abaixo), também inaugurou seu fardamento de gala na Procissão.


Mais fotos na página do facebook Festa de São Bartolomeu

Comentários