Compra-se em outra cidade: Carros da Prefeitura de Maragogipe serão abastecidos em empresa de Muritiba

Por Zevaldo Sousa

Parece que Maragogipe não tem economia, não tem comércio, não tem posto de gasolina. Como se não bastasse a Prefeitura de Maragogipe estar lotada de especialistas externos ao nosso município, as compras do município acabam por ocorrer fora dele. Empresas de Muritiba, Santo Amaro, Cruz das Almas ganham quase todos os dias as licitações ocorridas no município de Maragogipe.

Não entendo qual é a política econômica aplicada por essa gestão municipal que privilegia o comércio e as empresas de outra cidade em detrimento dos comerciantes da nossa cidade. Ainda usam como desculpas a crise econômica nacional, mas nada está sendo feito para buscar soluções para a resolução desta crise no nosso município, no nosso comércio local (este sim, está em crise), pelo contrário, COMPRA-SE em outra cidade, um contraponto interessante ao texto de Danilo Medina que se referia ao ALUGA-SE em todo território brasileiro. (leia AQUI sobre economia nacional)

A licitação foi feita e apesar da Prefeitura definir em contrato que ela pode ou não utilizar tudo o que foi licitado. Só enxergo uma coisa: As verbas saindo do nosso município com intensidade e beneficiando outro município, neste caso: Muritiba. Valendo ressaltar que nosso comércio está em crise, a população deseja trabalho e a violência ainda impera.

Casos e mais casos: Vamos pensar um pouco?
Um carro da prefeitura necessita abastecer. A Prefeitura pode até manter um pouco de gasolina em um posto próprio como acontece, mas não terá sempre. Este carro precisará ir para Muritiba para ser abastecido lá e logo em seguida, desenvolver as atividades em prol do município. O trecho de ir em Muritiba e voltar a Maragogipe é tão longe e tão complexo que fico a imaginar dezenas de outras situações de urgência e emergência, isso tudo sem incluir o gasto de gasolina deste longo trecho que consumiria menos, se o abastecimento ocorresse em Maragogipe.

Essa situação me faz pensar e questionar: Será que o menor preço de Maragogipe não compensaria o menor preço de Muritiba com relação ao consumo de idas e vindas somente para abastecer?

E se uma ambulância necessitasse ir até Muritiba com um paciente em estado de emergência para que ela fosse abastecida antes de ser direcionada para um hospital em Feira de Santana ou Salvador?

E se...

A história é longa. Não precisamos nem remoer dados estatísticos.

Com toda certeza, agora entendo porque muitas pessoas afirmam que a saúde de Maragogipe está boa. Porque tem carros para levar e trazer pacientes de cima para baixo mantendo a mesma política que a atual gestora aplicava quando era vereadora, só que com mais intensidade.

Por este motivo, poucas pessoas sentem faltam do velho hospital que seria inaugurado no dia 24 de agosto de 2013.

Comentários