Opinião sobre a questão da redução da menor idade penal (Paulo Guerreiro)

Por: Dr. Paulo Guerreiro

O que pese entender que o momento que atravessamos, com o crescimento de crimes praticados por menores, não só em Maragogipe, mas, em todo Brasil, assusta e faz crescer a luta pela redução da menor idade penal, tenho as minhas preocupações a respeito do assunto.

Será que a simples redução da menor idade penal, resolverá o problema?

Será que haverá uma mudança no comportamento dos menores infratores?

Será que os criminosos de maior idade, principalmente, aqueles que comandam o tráfico, este a maior porta de entrada dos menores na criminalidade, vão parar de recrutar estes menores para o crime?

Será que as penas serão adequadas para estes menores e servirá para retirá-los da criminalidade?

Várias são as indagações e muitas, estão e ficarão sem respostas por algum tempo.

Vivemos em um País de cadeias super lotadas, onde criminosos cumprem penas sem um critério de identidade, de distinção entre os crimes cometidos e, o principal objetivo que é a ressocialização do criminoso fica não em primeiro plano, mas, em último, se é que existe.

Portanto, sem poder aqui me entender muito sobre o assunto tão extenso, ainda, acho que o problema da criminalidade infantil tem o seu início na falta de apoio dos governos, sejam ele, Municipal, Estadual e Federal, em uma política social humana, onde a educação seja priorizada.

Pois, assim, como diz o velho ditado, se educarmos e cuidarmos de nossas crianças, não haverá necessidade de punirmos os adultos.

Se puder voltarei a abordar o caso com mais ênfase.

Dr. Paulo Guerreiro
27 de outubro de 2015

Comentários