Samba de Roda se despede do mestre maragogipano Mané do Véio


O Samba de Roda se despede de Mestre Mané do Véio da cidade de Maragogipe. O mestre era uma das figuras que mantinha peculiaridades do Samba de Roda, trazia em seus diálogos desafios do Samba Chula, cantos e toques sambadores. No seu dia a dia, trazia o ofício de pesca, marisco e confecção de cestos trançados para comercializar em feira livres. Como sambador, participou ainda do Samba de Maragogó e da Associação de Sambadores de Maragogipe.

Sua figura foi um referência durante a política de salvaguarda do Samba de Roda, dentre os trabalhos de atuação está o projeto Cantador de Chula, onde foi um dos sambadores pesquisados e o Catálogo Sambadores e Sambadeiras da Bahia, publicado em janeiro de 2015.

Mestre Mané do Véio deixa um legado para o Samba de Roda e o compromisso da Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia em preservar, valorizar e difundir a memória dos mestres junto a sociedade brasileira.

Fonte: ASSEBA

Comentários