Enseada Indústria Naval discute futuro do setor de petróleo


O diretor de Relações Institucionais da Enseada Indústria Naval, Humberto Rangel, fez palestra hoje, dia 03 de dezembro, durante o seminário “O Futuro da Indústria Brasileira no Setor de Petróleo, realizado pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo (ONIP) na sede do Sistema Firjan, no Rio de Janeiro.

Com o tema “Agenda Mínima e o Desenvolvimento do Setor de Petróleo”, a palestra do representante do estaleiro baiano abordou a proposta, recém apresentada pela ONIP, de uma agenda com ações que devem ser priorizadas para o fortalecimento do setor.

“Vislumbramos na Agenda Mínima uma oportunidade de aperfeiçoamento da política de conteúdo local, que sem dúvida responde pela retomada do setor e o seu expressivo crescimento no período de 2007 a 2014”, disse Rangel.

O executivo disse ainda que a situação de dependência de um operador exclusivo limita o crescimento mercado. “Se tivéssemos mais operadores teríamos novas oportunidades, uma vez que esses operadores estarão subordinados aos balizamentos da política de conteúdo local. O setor de óleo e gás é o melhor qualificado para reagir a uma mudança de rumo e atrair novos investidores”, concluiu.

Participaram do evento o governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão; o presidente do Sistema Firjan, Eduardo Eugenio Gouvêa; o diretor-geral da ONIP, Eloi Fernández; além de executivos e pesquisadores de instituições como UFRJ, FIESP, ABIMAQ, FIEB, FGV, IBP, ABESPETRO e ABEMI.

Comentários