Esse é o retrato de Brasília (por Aldo Sampaio)

Por Aldo Sampaio

Todos sabem que a crise que afeta a Nação não se resolverá definitivamente, se não houver um projeto que questione a sua natureza, o que se faz necessário e também que haja uma correlação de forças dentro e fora dos partidos políticos para poder influir nas decisões do governo.

O Congresso deveria também expressar preocupações junto a setores da sociedade e buscar soluções para essa crise que atingiu todos os setores da vida nacional e que levou o país a estagnação, sem nada produzir, com milhares de postos de trabalho fechando suas portas a exemplo dos setores industrial e comercial o que provocou um alto índice de desemprego que já passa de dez milhões em todo Brasil.

Mas o que a nação assiste é um verdadeiro lamaçal com a falta de pudor de um congresso que não se respeita e um governo que tenta distorcer seus objetivos, a fim de atrair e somar forças para impedir a execução de um processo de impeachment contra a presidente.

Semanas atrás, um senador do PT e líder do governo Delcídio do Amaral foi preso em pleno exercício do mandato.

O presidente do senado Renan Calheiros (PMDB) responde a 5 (cinco) processos no Supremo Tribunal Federal.

O presidente da câmara Eduardo Cunha (PMDB) enlameado dos pés a cabeça de todo tipo de corrupção e quase metade do congresso respondendo a processo com amplas possibilidades de cadeia.

Esse é o retrato de Brasília.

Para que o país volte a crescer com respeito e dignidade, é preciso e com urgência que seja implantado um novo ciclo com um conjunto de reformas que nos conduzam a um desenvolvimento que favoreça aos que estão sendo vítimas da política econômica desastrosa que já levou milhões ao desemprego.

Se assim não for, os governantes estarão sempre administrando a massa falida que ai está.

Por Aldo Sampaio

Comentários