Purungum de Nagé tem uma obrigação moral de emitir nota convincente sobre sua renúncia


Como cidadão e eleitores, muitas pessoas estão se sentindo traídas pelo ex-vereador Purungum de Nagé (PTB). A comunidade de Nagé e do município de Maragogipe foi pega de surpresa quando na sessão de Guapira o ex-vereador, em carta, renunciou ao mandato de vereador do município de Maragogipe.

Mas quem foi Purungum de Nagé no cenário político de Maragogipe? Conseguiu aprovar algum projeto especial na Câmara de Vereadores? Conseguiu contemplar os anseios dos seus eleitores? Está conseguindo convencer os seus eleitores que a sua renúncia era necessária?

As pessoas me perguntam sobre este assunto e pouco tenho informações para repassar aos estimados leitores. Fica a provocação. Acredito que o ex-vereador Purungum de Nagé deve, ou melhor, tem uma obrigação moral de emitir nota convincente sobre sua renúncia. 

Afinal de contas, o futuro político de Maragogipe está em jogo após desistências como esta e muita coisa se passa nas cabeças das pessoas que acabam por julgar sem saber qual foi o verdadeiro motivo da renúncia. Sendo assim, este canal está aberto ao ex-vereador para que este possa emitir a sua nota de esclarecimento ao público e voltar a andar com a cabeça erguida.

Comentários