Jovens maragogipanos estudantes do IFBa solicitam apoio para evitar desistência


Alunos do IFBA, Instituto Federal Da Bahia, que residem na cidade de Maragogipe se preocupam com o ano letivo de 2016!! Uma das suas maiores preocupações é a falta de locomoção até o Campus, que se localiza na cidade de Santo Amaro, que fica a certa de 64 Km.

As dificuldades de locomoção têm sido um dos maiores obstáculos que temos enfrentado ultimamente. Enquanto alguns desses alunos vivem esse dilema por, no mínimo, dois anos. Outros estudantes que passaram em processos seletivos passados, acabaram por desistir justamente por conta disso. 

"nós, que ainda estamos cursando no IFBA – Campus Santo Amaro, vivenciamos isso diariamente. Além disso, ficamos triste em saber que mais cidadãos maragogipanos estão interessados em uma boa educação, pesando nem um futuro acadêmico melhor, mas acabam desistindo por conta das dificuldadese inseguranças relacionadas ao transporte, ou condições suficiente para bancá-las. Às vezes, precisamos ficar no Campus à tarde para fins acadêmicos, o que gera, além do transporte, o custo de alimentação. Isso sem mencionar as aulas durante o sábado." relatou um aluno.

Há pouco tempo, mais estudantes do município participaram do processo seletivo e aguardam o resultado, mas, e se também acabarem desistindo por conta dos mesmos motivos supracitados? Infelizmente, isso é um pouco desanimador, inclusive para os que pensam em realizar a prova futuramente.

"Em nome de todos os atuais estudantes do IFBA e daqueles que pretendem cursar na mesma instituição, queremos alertar as autoridades responsáveis as dificuldades enfrentadas, e que, consequentemente, acaba dificultando também em seus rendimentos acadêmico." falou outro aluno.

Vale ressaltar que alguns alunos já foram a Prefeitura de Maragogipe, dentre outras instituições na tentativa de conseguir apoio nesta luta, mas infelizmente, nem obtiveram resposta. Segue em anexo o documento. Clique na imagem para ampliar.

O que esses alunos desejam é apenas compreensão e apoio.

Comentários