"Me sinto desvalorizado" falou Gegê Caldas anunciando que não tocará no Carnaval de Maragogipe 2016


Carlos Alberto Caldas (Gegê), músico e professor.

Maragogipe, terra em que nasci, me criei e tenho um trabalho social desde 1987. Um trabalho comunitário com jovens e adolescentes da nossa terra e também, tenho o meu trabalho individual como músico, aonde todos os anos aqui na minha terra - Maragogipe -, que tem um Carnaval imaterializado demonstro para a sociedade maragogipana os frutos do nosso esforço e dedicação à cultura e a nossa terra. Vale lembrar que, para ser imaterializado, o Carnaval de Maragogipe necessitou da colaboração dos músicos locais para que uma verba fosse destinada para esta maravilhosa manifestação cultural. Venho pedir desculpas ao povo maragogipano, e às pessoas que admiram o meu trabalho, seja como artista individual ou como trabalho social.

Peço desculpas porque neste ano de 2016 não me sinto a vontade, pois estou desestimulado e me sinto desvalorizado e desrespeitado. Não tenho condições de me apresentar. Estarei longe dos palcos, seja no concurso de Marchinhas Carnavalescas, seja colocando o projeto com crianças e adolescentes para tocar nesta animada e estimada festa. Não sinto confiança, porque faz um ano que nós não recebemos o restante do nosso dinheiro que foi destinado para pagar o cachê do Carnaval passado. Onde existe falta de transparência entre uma produtora chamada Pau Viola que fez o repasse para outra produtora chamada K&M, assim como na Prefeitura de Maragogipe não existe alguém que dê alguma satisfação aos artistas. 

Estou me sentido desestimulado e desvalorizado, e acredito que isso é uma falta de respeito comigo e com os outros. Vale ressaltar que o espaço fico aberto para que outros artistas e outros colegas de profissão possam participar dos festejos, pois acredito que cada um tem o direito de pensar diferente.

Peço novamente desculpas a todas as pessoas que me apoiaram e estão me apoiando. Então por este motivo, pela falta de acordo cumprido, eu peço desculpas por não estar nos palcos do Carnaval de 2016, nem pela Prefeitura de Maragogipe, nem por nenhum patrocinador que venha a dizer que faz parte do Carnaval de Maragogipe até porque, esta verba que vem é para gastar com a cultura e com a valorização dos artistas locais. Então, peço desculpas.

Gegê e a Batucada e Projeto Educar Através da Música.

Comentários