Quem apoiar e o que seria melhor para Maragogipe? (por Paulo Guerreiro)

Por Paulo Guerreiro

Relutei muito em fazer um artigo falando de política, mas, nascemos e morremos políticos, independente de participarmos ou não da política. Então resolvi expressar a minha opinião.

O que esperar da política em Maragogipe?

Começamos um ano eleitoral onde as incertezas e as dúvidas pairam não só na cabeça dos pré candidatos a Prefeito e Vereadores, mas, principalmente, na dos eleitores.

Quem apoiar e o que seria melhor para Maragogipe?

A continuação de uma gestão repleta de controvérsias, entre acertos e erros, ou a mudança para velhos conhecidos que de alguma forma, tiveram a oportunidade e que, também, cometeram acertos e equívocos, frustando o anseio da população, ou, ainda, um nome novo, sem os vícios da política e que adquira a confiança do eleitor com novas propostas, independente desta besteira, desculpe alguns amigos, de ser ou não nascido em Maragogipe.

Deixo, para que os próprios eleitores Maragogipanos, decidam no momento certo.

A única coisa que espero é que o eleitor tenha consciência do valor que possui seu voto, não o valor de um saco de cimento, de um milheiro de blocos ou telhas, ou do remédio, ou, ainda, de sua alma.

O valor que me refiro é o valor de seu caráter, de sua dignidade, de sua honra, do desejo de ver extirpada da política a corrupção, os privilégios e os favores graciosos, e, acima de tudo, de ver sua cidade crescer, se desenvolver e tornar-se a Maragogipe que tanto sonhamos.

Paulo Vicente Guerreiro Peixoto.

Comentários