Nosso patrimônio: Prédio do Hospital Municipal Nossa Senhora da Saúde está se deteriorando por falta de uso


Desculpe. Sei que é muito difícil soerguer esta instituição do marasmo que se encontra, mas é preferível falar a verdade do que mentir publicamente. Maragogipe precisa de um hospital, de clínicas e policlínicas, precisa de postos de saúde, academias, maternidade, UPAs, SAMU, dentre outros serviços especializados de saúde. Precisa de todo aparato logístico visando garantir o bem-estar da população maragogipana. Mas não há necessidade de mentiras públicas para se manter ou conquistar o poder.

Todos os atuais políticos sabem da inviabilidade de manter um hospital neste imenso e histórico prédio que tanto cuidou da população maragogipana. A infraestrutura dele precisa ser adaptada. Poderíamos até, usar suas adjacências para construir anexos com as devidas regulações e regulamentações necessárias para o atendimento básico a população. Mas muitos preferem iludir a população com mentiras.

Uma das maiores mentiras que já aconteceu na história de Maragogipe foi o discurso de posse da atual prefeita e do seu padrinho político Targino Machado. Naquele memorável dia, os dois disseram publicamente que no dia 24 de agosto, o Hospital de Maragogipe, fechado dias antes ainda na gestão do ex-gestor Silvio Ataliba, seria reaberto. Essas palavras soaram como um festim explosivo no coração do maragogipano que tanto desejava ver e ter o seu hospital aberto.

Lembro que, na gestão anterior, o agora enfermo antigo hospital era chamado de Estação de Transbordo, pois muitas pessoas davam entrada apenas para pegar um ambulância e partir para alguma cidade vizinha. Essa crítica era muito usada pela atual gestora. Agora, pergunto: Por quê o hospital de Maragogipe não foi reaberto até hoje? Será que mudou muita coisa assim ou até hoje as pessoas chegam na clínica e são enviadas para municípios circunvizinhos? 

Muitos podem até me crucificar porque falei a verdade, mas quem quiser tenho disponível em meus arquivos fotos internas deste prédio quando a atual gestora e o ex-deputado Luiz Alberto tentaram acelerar o processo de instalação do IFBa em Maragogipe. IFBa este que é fruto dos debates que a deputada Alice Portugal e o PCdoB maragogipano promovia e ainda promove, em prol de Maragogipe.

Isso significa dizer que precisamos aproveitar o nosso patrimônio. Se não temos condições de manter um hospital neste prédio, então que tomemos providências, mas não deixemos este patrimônio ruir sem o devido cuidado.

SANTAS CASAS
A história da Santa Casa de Misericórdia em Maragogipe é digna de ser contada em um único livro. Vários provedores, fechamentos e reaberturas, dívidas contraídas, confusões e gestões positivas e negativas. Agora, se pensas que somente em Maragogipe acontece destas coisas, engana-se profundamente, em todo o país, diversas Santas Casas estão em situação igual ou pior, mas não podemos deixar de ressaltar que outros casos, ainda persistem com o fruto do trabalho insistente de milhares de profissionais dedicados.

Mas o quê precisamos para Maragogipe? Que sistema de saúde precisamos implantar no município para que o cidadão maragogipano se sinta, pelo menos, satisfeito? Sabemos que o atual sistema de saúde brasileiro é deficitário, recursos são desviados por políticos e gestores corruptos (pior crime que mata), com isso, faltam médicos, enfermeiros, técnicos e funcionários responsáveis por diversos setores, as filas só fazem aumentar nos hospitais públicos em todo o país que carecem cada vez mais, de recursos, mas tudo isso não significa que devemos ficar com os braços cruzados esperando cair uma solução. Precisamos lutar por uma Maragogipe melhor. Essa é a verdade que todos hão de convir.

Confira algumas imagens atuais externas ao prédio, pois não irei invadir o patrimônio público que está fechado e lacrado para visitas.






Comentários