Percepções de um folião apaixonado pelo Carnaval de Maragogipe (Rogério Souza)


Por Rogério Souza

Quem bem me conhece, sabe o quanto sou fã do carnaval.

Penso que, também, por isso: NASCI NO MÊS DESSE FESTEJO.

Reconheço que avaliar a cultura, a tradição de um povo sempre foi (e é) uma tarefa muito complexa. Por isso, o que aqui apresento são, apenas, percepções de um folião, apaixonado pelo carnaval e por MARAGOGIPE.

Talvez seja mais tranquilo começar pelo fim:

1. VALORIZAÇÃO DA MELHOR IDADE X SOBREPOSIÇÃO CULTURAL.

Que bonito presenciar a “melhor idade” maragogipana festejando pelas ruas a valorização que a gestão municipal lhe oportunizou. Fico feliz em perceber que tal grupo seja incluído nas políticas públicas.

Apresento apenas algumas questões: trata-se de uma “incorporação” da cultura carioca e paulista na tradição do carnaval maragogipano? Não há nenhuma cultura BAIANA, DO RECÔNCAVO ou MARAGOGIPANA que possa ser utilizada como referência? Escola de samba, tal como as “lá de longe”, é o que melhor nos representa? A CARETA, o SAMBA DE ROSA não serve como elemento identitário?

Ideia boa colocar o povo na rua, mas provinda (possivelmente) de quem não sabe nada de nós...de nossa cultura, não nos representa.

2. O CASO ALDAIR: ANULAÇÃO DO DIREITO DE SER E DE FAZER VALER A ARTE MARAGOGIPANA.

O ocorrido com o cantor Aldair Medina muito nos (me) interessa, além de traz algumas (muitas) inquietações.

Perverso, covarde, antiMARAGOGIPE... Como adjetivar tal posicionamento?

Retirar o artista do palco é como invadir uma sala de aula e retirar um professor de seu local de trabalho, um médico do consultório, um/a prefeito/a de seu gabinete/mandato (sabemos, no entanto, que este último é bem possível). Em todas as outras formas de anulação profissional, se não for por meio de ferramentas legais, é um crime contra o indivíduo, o grupo de profissionais da categoria, ao cidadão. Mas para quem nunca respeitou os DIREITOS de servidores públicos, não respeitaria alguém que por ela foi contratado. Lembrando que este outro (o cantor) não é um objeto que se muda de lugar ou uma peça que se tira do jogo quando se quer. Este outro é gente... aquilo que conhecemos como SER HUMANO.

O comportamento vil contra o cantor Aldair não o atingiu, apenas. Quem é maragogipano e presencia tantos posicionamentos autoritários/perversos tem também sua integridade cidadã ferida.

3. DECORAÇÃO E ANIMAÇÃO NAS VIAS PÚBLICAS.

A ideia de evidenciar a tradição dos mascarados com os manequins espalhados nas praças foi algo INOVADOR, CRIATIVO e de MUITO BOM GOSTO.

Já as sombrinhas, remetendo ao carnaval de Pernambuco (Recife, Olinda), me preocupam. Estamos, de fato, exportando tradições!? Teremos, daqui pra frente, um carnaval onde as caretas darão espaço ao frevo e as escolas de samba???

Estive todos os dias (de sábado a terça-feira) nas ruas (fantasiado ou não) e a apatia era latente. O povo parecia receoso, com medo de “colocar a cara no sol”.

Senti falta da felicidade comum a nós maragogipanos, assim como da alegria dos/as caretas...

4. BLOCO INFANTIL

Mais uma ideia maravilhosa!!!

Mas que, a meu ver, não funcionou.

Um bloco para as crianças é a manutenção dos carnavais futuros. Certo!?

Ops! Seria a ideia de segregação assim como em Salvador!? Um bloco que não era bloco. Direcionada a Crianças que apareciam reprimida pelo público que seguia o trio!?

Já sinalizei algumas vezes a necessidade de um projeto ESCOLAR para manutenção dos/das caretas. Disponibilizo quando solicitado... discutimos custos do projeto (Gente, vivemos numa sociedade capitalista...kkkk).
5. ATRAÇÕES MUSICAIS

Não sei do resto, mas ME ACABEI com o “Showzão” do GERA SAMBA.

Mas, apartar o samba de roda dos festejos... Ahhh!!! “Garro um ódio”!!!

6. EU, A CARETA.

Aos que consideraram a fantasia do ENFERMEIRO/MÉDICO que apresenta TOMAR ÁGUA como alternativa para minimizar os danos da ZIKA, como OFENSIVA. Paciência...!!!

Não posso exigir muito de quem não consegue ler e interpretar a complexa frase: TÁ COM ZIKA? TOMA ÁGUA.

Se não sabes: CRIATIVIDADE e IRREVERÊNCIA fazem parte do povo MARAGOGIPANO.

‪#‎InflamAÇÕES‬ por Rogério Souza

Comentários