Prefeitura precisa solicitar apoio do Estado para Saveiro Vendaval ser recuperado

Foto do Vendaval, em 2015 (Saveiros Coqueiros)

Maragogipano de verdade se preocupa com sua cultura e história. O amigo e maragogipano Edilson Barbosa entrou em contato com a equipe do governador Rui Costa na tentativa de recuperação do Saveiro Vendaval e a equipe do governador respondeu o seguinte:

PERGUNTA:
Governador, em Maragogipe,  o tradicional Saveiro de Vela de Içar, o Vendaval está se acabando dentro do mar, no caís do Cai-já, devido ao seu dono, um Sr. de 92 anos, não ter condições financeiras de recuperá-lo, seria importante que o governo desse um apoio, este saveiro já prestou vários serviços de transportes na BTS e já foi várias vezes campeão da Regata João das Botas.

RESPOSTA DA EQUIPE DE RUI COSTA:
Bom dia, Edilson. Tudo bem? A prefeitura e a Capitania dos Portos já devem ter conhecimento da causa, não? O trabalho deve ser conjunto e não de um ou outro governo. Se a prefeitura solicitar ao Estado apoio, este será prestado sim! Um abraço e vamos juntos em Busca de Uma Bahia Melhor. #EquipeRuiCorreria

Maragogipano de verdade pressiona de todos em prol da sua cultura e história.

HISTÓRIA
Segundo informações do site Bahia Já, a última reforma ocorrida no Saveiro do Mestre Nute ocorreu em 2008, através de um grupo de empresários está recuperando saveiros e devolvendo aos mestres. O projeto de Arqueologia e Etrnografia do Mar da Prefeitura de Itaparica e UFBA apoia o projeto e estuda possibilidades de um destes saveiros integrar o projeto, em Itaparica.

VENDAVAL II ganhou a ultima reforma graças ao entusiasmo e dedicação do Mestre Nute e ao Grupo Anárquico de Apaixonados e Dedicados ao Saveirão.
  • Ano de construção 1947.
  • Local de construção Ilha do Galego Maragogipe-BA.
  • Construtor Carpinteiro José Simão.
  • Mestre Proprietário Afrodisio Silva Reis (Mestre Nute).
  • Contra Mestre Atual Toninho.
  • Comprimento 14,00 metros.
  • Largura 3,70 metros.
  • Comprimento do Mastro 20 metros em madeira Sucupira-açu.
  • Material do casco taboado com madeira Oiti.
  • Quilha 10,50 x 0,36 x 0,18 metros em madeira Oiti.
  • Tijupá taboado em madeira Piqui.
  • Cavernas em madeira Sucupira.
  • Braço em madeira Sucupira.
  • Convés em madeira Massaranduba.
  • Leme em madeira Sucupira.
  • Vela Grande de aproximadamente 98 m2 testa 14 metros x carangueija 4,70 metros x esteira 9,30 metros e Bujarrona testa 6 metros x esteira 2,5 metros x valuma 6 metros ambas de tecido de algodão marca Dona Isabel, costurado a mão com cordão encerado.
  • Pintura do casco, convés, leme, tijupá, mastro, carangueja, cana de leme, remos, varas e pau de bujarrona pintados com tinta marca Renner modelo Triunfo a óleo.
FOTOS DO VENDAVAL APÓS A REFORMA DE 2008







Dizeres dos Saveristas.

  • Tenho uma embarcação, mas não posso comprar uma vassoura. Mestre Maré do Saveiro Tupi construído em 1900, comprimento de 14,80 metros.
  • Quando acaba o rancho o saverista empenha a bandeira do barco para poder comer. Mestre Xagaxa do Saveiro Cruzeiro da Vitória construído em 1920, comprimento de 13,75 metros.
  • Os Saveiros vão durar eternamente, é só a gente ir consertando os barcos. Mestre Tubico do Saveiro Garboso construído em 1910, com comprimento de 11,80 metros.
  • Meu Avô e meu Pai tudo foi Saveiro e é o que eu sei fazer. Mestre Nelson do Saveiro Sempre Feliz comprimento 11,21 metros.
  • O Saveiro é minha distração, desde os meus 15 anos de idade que viajo embarcado. Mestre Nute Vendaval II construído em 1947, comprimento 14 metros.
  • Liberdade é o prazer de trabalhar sem patrão ao ar livre, o saveiro é tudo! Mestre Memeu Saveiro Ideal construído em 1930 , comprimento 15,25 metros e o Saveiro Itapira construído em 1920, comprimento 14 metros.
  • O Saveiro é minha felicidade depois da família. Mestre Bartô Sombra da Lua construído em 1930, comprimento 12,50 metros.
  • Relógio de ponto do Saveirista é a Maré. Mestre Biga Saveiro Flor de São Francisco construído em 1954 comprimento 11,50 metros.
  • Só sei viver assim navegando. Mestre Lourão Saveiro Feliz Ano Novo construído em 1955, comprimento 13 metros.
Fonte: Email de Edilson Barbosa, Saveiro da Bahia, Saveiros Coqueiros e Bahia Já

Comentários