Estaleiro Enseada pode ser usado como Terminal de Uso Privado (TUP)


O grupo Enseada Indústria Naval solicitou à Antaq autorização em caráter especial e de emergência para explorar sua instalação portuária em Maragogipe como terminal de uso privado (TUP).

O objetivo é poder movimentar e armazenar carga geral voltada à construção naval, setor de energia e projetos industriais de óleo e gás. No requerimento, protocolado no último dia 7, a empresa informa que “tem tido tratativas negociais para movimentar e armazenar em seu Terminal outros tipos de carga geral além do que fora inicialmente autorizado” pela Antaq.

O grupo, que tem como acionistas as empreiteiras OAS, UTC Engenharia e Odebrecht – que estão envolvidas na operação Lava Jato – justifica o pedido alegando ter sofrido impacto direto com seu principal cliente, a Sete Brasil, o que forçou a empresa a praticamente cessar as atividades de construção no estaleiro Unidade Paraguaçu.

De acordo com o Enseada, já estão previstas três operações de descarga, sendo a primeira no próximo dia 27, a segunda, no dia 6 de abril, e a terceira, em 16 de abril.

A Antaq ainda não deu parecer final sobre o pedido, mas o especialista em regulação da agência, Joel Nascimento, opinou pelo deferimento do pleito em nota técnica publicada no dia 10/3, sugerindo a concessão da autorização pelo prazo de 180 dias.

Fonte: Brasil Energia Petróleo e Gás – João Montenegro

Comentários