Daniel Almeida (PCdoB) anuncia luta para retirar Cunha da Presidência da Câmara


Um dia após o lobista do PMDB, Fernando Baiano, ter confirmado no Conselho de Ética da Câmara, que repassou recursos oriundos do pagamento de propina da Petrobras ao presidente da Casa, a bancada do PCdoB recrudesceu a luta para afastar Cunha da condução dos trabalhos legislativos. “A permanência do corrupto e imoral Eduardo Cunha (PMDB-RJ) à frente da presidência da Câmara é insustentável para o funcionamento da instituição”, afirmou o deputado Daniel Almeida (BA), líder do Partido na Câmara.

Daniel Almeida anunciou que “vamos continuar fazendo o grito que fizemos na apreciação do processo de impeachment, mostrando ao país que as coisas não estão normal, agredir a constituição, violentar a constituição, tentar tirar o mandato da presidenta que não tem nenhuma denuncia que lhe atinja, que é reconhecida por todos como uma pessoa honesta, a partir da condução de um fraudador, um corrupto, não é possível tolerar.”

“A bancada do PCdoB não aceita isso como algo normal e vai resistir, fazendo uso da tribuna, até que tenhamos condições de tirar o presidente Cunha da condução dos trabalhos da Casa”, afirmou o líder comunista. Por: Márcia Xavier

Comentários