Maragogipe: Após prazo de filiação, seis vereadores ficaram em partidos de oposição a gestão

´

Após o encerramento do prazo de filiação para aqueles que desejam concorrer as eleições de 2016, tivemos mudanças dentro do cenário político partidário da Câmara de Vereadores de Maragogipe.

Dos 9 (nove) vereadores que compõe a Casa Legislativa, 6 (seis) ficaram em partidos de oposição ao governo municipal.

Veja como ficou a nova composição partidária da Câmara de Vereadores de Maragogipe.
  • Fernandinho de São Roque (PSD): Entrou como o vereador de oposição a atual gestão mais votado com 832 votos, foi eleito pelo PSDC e hoje está no PSD. Atualmente, faz oposição a atual gestão.
  • Roque do Trator (PP): Segundo vereador de oposição mais votado com 821 votos. Foi eleito pelo PT, mas atualmente está ao lado da atual gestão e filiado ao PP.
  • José Benedito (PDT): Terceiro vereador de oposição mais votado com 806 votos. Foi eleito pelo PSC e nesta semana se filiou ao PDT. É atual presidente da Câmara de Vereadores e integra a ala oposicionista.
  • Zé de Roque (PSD): Quarto vereador de oposição a atual gestão mais votado com 757 votos. Permanece no mesmo partido, o PSD, desde sua reeleição. É opositor a gestão atual.
  • Didi da Avenida (PSB): Eleito pelo PSDB como vereador de situação com 732 votos passou a ser oposição nos primeiros dias de gestão. Nestas últimas semanas, depois de muitas tentativas, conseguiu adentrar o PSB. Atualmente continua opositor a prefeita.
  • Ana Leite (PSL): Foi eleita como vereadora de oposição pelo PSL com 640 votos e atualmente integra o bloco da situação.
  • Neto (PT): Foi eleito pelo PT com 536 votos e permanece desde o início de seu mandato até a presente data como vereador de oposição a atual gestão.
  • Luisinho (PR): Estava na suplência de Purungum de Nagé (PTB). Passou a ser vereador após renúncia contestada pela população. Concorreu pelo PTB e obteve 511 votos e atualmente defende a gestão por vários motivos dentre eles, o principal - é marido da gestora.
  • Renato Santana (PROS): Último vereador eleito de oposição pelo PSDC com 473 votos, já passou pela bancada de situação e hoje, integra nesta última semana o Bloco Oposicionista pelo PROS.
Será que esta formação ainda mudará até a eleição de 2016?

Comentários