Opinião: Como evitar a exposição da violência em via pública?

Por Carlos Gomes

PRA SER ANALISADO PELOS MUNÍCIPES E AUTORIDADES

Não sei se é possível juridicamente ou a nível de estrutura, mas estava pensando aqui, devido aos constantes assassinatos que estão ocorrendo em Maragogipe por conta de uma guerra que parece não ter fim e as vezes temos a sensação de estar apenas iniciando. Pensei na possibilidade do Município (Prefeitura e Departamento de Polícia Técnica-DPT) fazerem a remoção dos corpos, até a chegada do Rabecão, tendo em vista que chega-se a levar quase dois dias para que os corpos sejam removidos, expondo a sociedade a uma situação de abandono, violência e aumentando o sofrimento dos familiares e amigos pela exposição do ente querido em via pública.

Sei que pra que isso aconteça, depende da instalação e implementação do Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que envolve a união e esforços de diversos atores. Como não vejo uma implementação rápida para esse serviço, a Prefeitura poderia buscar uma solução para a efetivação desse serviço aqui para Maragogipe ou Consorciada com outras Prefeituras, objetivando mais agilidade na remoção dos corpos. Uma outra solução seria a aquisição consorciada de um Rabecão em conjunto com Muritiba, São Félix e Cachoeira, já que os Rabecões existentes ficam nas cidades de Santo Antonio de Jesus e Alagoinhas. Com isso não precisaria instalar um necrotério, apenas o veículo e a equipe para se fazer a remoção até essas cidades.

É triste para mim propor essa possível solução, haja vista que nem eu e nem ninguém queria tá passando por isso, queria mesmo era propor a aquisição de um veículo para levar música, poesia, teatro e cidadania para as regiões e bairros, mas com tanta violência e exposição fúnebre, nos resta essa sugestão mórbida e deprimente.

Que as "autoridades" pensem numa solução imediata, já que as crianças estão vulneráveis e expostas a todo tipo de situação em comunidades onde o abandono por parte dos "governantes" é visível.

Comentários