Ato de Fundação do núcleo da União Brasileira de Mulheres (UBM) no município de Maragogipe

 

Aconteceu na tarde deste sábado (04/06), na câmara de Vereadores do município de Maragogipe o Ato de Fundação do núcleo da União Brasileira de Mulheres (UBM) no município de Maragogipe. Com a presença de mais de 50 pessoas, a câmara recebeu diversas lideranças políticas da cidade e também do estado.


Iniciamos o ato com a mensagem da Presidenta Nacional da União Brasileira de Mulheres, Lúcia Rincon e com um discurso da secretaria de Políticas para Mulheres do Estado da Bahia, Olívia Santana que deu continuidade ao ato político de fundação da UBM agradecendo a presença de todas e de todos que lotaram a pequena sede da câmara de vereadores. Prestigiaram o ato a Secretária da Mulher do sindicato dos Comerciários de Salvador Rose, a dirigente Sueli e uma delegação de mais 5 dirigentes que incluiu o secretário de juventude da CTB Alfredo Santiago e o secretário de Juventude, camarada Tiago.


“A UBM é uma entidade fundada em 1988, que de lá pra cá, vem somando forças na luta pela emancipação da mulher, na luta pela conquista de direitos, pelo fim da violência, pela equidade de gênero, pelo direito de escolha da mulher. Fico muito feliz em poder estar aqui, presenciando este primeiro grande passo que eu tenho certeza, será de uma grande jornada em defesa da mulher Maragogipana”, afirmou Olívia Santana, sec. de políticas para Mulheres do estado da Bahia.


O presidente do PCdoB de Maragogipe, Raimundo Nonato, também marcou presença e ressaltou a luta e resistência das mulheres do município. “Caminharemos juntos para fortalecer a luta emancipacionista, luta histórica das mulheres que há anos vem reivindicando a construção de instrumentos e ferramentas que garantam a manutenção dos direitos conquistados ao longo das décadas por um mundo de igualdade contra toda opressão”, frisou Nonato. 


Em sua fala, o pré-candidato a prefeito de Maragogipe pelo PCdoB, o professor Zevaldo Sousa fortaleceu o discurso repudiando os atos de violência contra a mulher no município de Maragogipe, lembrando que somente no ano passado, oito casos de estupro foram registrados, mas muitos casos foram omitidos, tanto no município como em todo o país. Zevaldo finalizou afirmando que todos devem participar das atividades em defesa das mulheres.

Ao final do encontro, foi eleita a primeira direção do núcleo da UBM/Maragoipe. Compõe está direção as camaradas, Telemara de Souza, Telma Maria, Flora Brioschi, Kizzi Adriana, e a nova presidenta da UBM/Maragogipe, Eliane Leite, eleita por unanimidade pelas mulheres presentes no Ato de Fundação.

Unidas "Por um Mundo de Igualdade Contra Toda Opressão!!!"

Eliane Leite
UBM Maragogipe Bahia

Comentários