Governo Temer poderá ruir pela força do povo (Por Aldo Sampaio)

Por Aldo Sampaio

Entendem alguns partidos políticos que com temer se inicia um novo período de consolidação da democracia por acreditarem numa rápida recuperação da economia e a volta dos empregos perdidos por mais de 11 milhões e 400 mil brasileiros o que significa na visão deles, o retorno à paz e a prosperidade para toda nação.

Não há como negar que se inicia com essa investidura um novo período, mais também não é possível alimentar ilusões uma vez que o novo governo revelou sua verdadeira face com os nomes indicados para compor o seu Ministério.

Poderia o presidente conquistar e fortalecer posições na árdua luta pela reorganização do país, mais seu governo poderá ruir pela força do povo que não tolera mais vê tanta corrupção triunfar e destruir com quase todo país.

Em seu Ministério existe hoje uma mancha que envergonha qualquer nação do mundo. Ministros que respondem a processos por corrupção e que certamente irão pagar pelos seus crimes.

Não duvidamos que em curto espaço de tempo venha a ocorrer uma ruptura na base governamental porque o próprio Temer vem criando precedentes para que membros do seu Ministério sejam atingidos e caídos nas malhas da lei.

As recentes gravações exibidas pela imprensa, mostram com clareza o pensamento de muitos políticos agora no poder de tentar barrar as investigações, mas o que tem feito os investigadores é mostrar ao povo a verdade dos fatos para que não se cubra com o manto da impunidade e do silêncio a prática de atos criminosos.

Foi justamente em cima destas investigações que dois Ministros foram obrigados a renunciar e outros manifestam desconfiança quanto as investigações que se processam contra eles.

Ao manter pessoas investigadas no alto escalão do governo, Temer estará estimulando ainda mais a corrupção.

Sabemos perfeitamente que não cabe a nós tais advertências, porém elas revelam a nossa aversão a essa podridão existente hoje no país. Para que se tenha uma idéia da extensão desses crimes vejam o que diz o jornal A TARDE do dia 16/05/2016, sobre o titulo “Ministério Público descobre tesouro mantido por Collor”.

Êis o tesouro de Collor descoberto pelo Ministério Público Federal:

Fruteira de bronze e porcelana (R$ 4 mil), jarra para água de prata francesa (R$ 30 mil) e par de poltronas Luis XVI (R$ 135 mil), uma sopeira de prata (R$ 21 mil), jogo de copos de cristal veneziano (17.500) e um faqueiro de prata inglesa com 202 peças (R$ 46 mil) e mais 11 peças que custaram R$ 242.800,00.

Essa concentração de privilégios conquistada através de propinas e outras ilegalidades sufocam e humilham o povo que se sente desrespeitado ao vê grupos enfeixarem em suas mãos a riqueza da nação enquanto milhões de homens vivem na mais completa miséria:

Portanto, investigar atos lesivos ao povo é um dever indeclinável do poder judiciário. E sem dúvida colaborar para a consolidação da democracia.

Aldo Sampaio

Comentários