Guerra de fogos de artifícios provocam insatisfação popular na Festa de Santo Antônio

Os festejos juninos chegaram e com eles, alguns inconvenientes. Hoje, li na rede social do amigo Fernando da Jauá uma mensagem que merece destaque para que essa situação deixe de existir em um momento que as pessoas estão indo em massa para a Igreja do Saboeiro homenagear Santo Antônio. 

Lá, crianças, adolescentes, mulheres, idosos e enfermos, em ato de fé, vão para orar e reencontrar amigos. Sabemos da tradição junina de tocar fogos de artifício, mas chegar ao ponto de entrar em guerra (jogar fogos uns nos outros) é muito perigoso.

Por Fernando da Jauá

VENHO AQUI EXPRESSAR MINHA INDIGNAÇÃO COM A SITUAÇÃO NAS NOVENAS DE SANTOS ANTONIO, ONDE VÁRIOS JOVENS PROMOVEM UMA GUERRA DE FOGOS DE ARTIFÍCIOS, CAUSANDO PERIGO AS PESSOAS QUE TRAFEGAM OU MORAM NO LOCAL, POIS NÃO RESPEITAM NINGUÉM, ATIRAM OS ARTEFATOS EM QUALQUER DIREÇÃO, INCLUSIVE PELO LIVRAMENTO DIVINO NÃO FUI ATINGIDO POR UMA ESPADA ONTEM AO PARÁ MEU VEICULO NA PORTA DA MINHA RESIDÊNCIA COM A MINHA FAMÍLIA, SOLICITO AS AUTORIDADES DENTRE ELES, POLICIA MILITAR, MINISTÉRIO PUBLICO E CONSELHO TUTELAR, QUE TOMEM ALGUMA PROVIDENCIA ANTES QUE ACONTEÇA UMA TRAGÉDIA, POIS NOS MORADORES E TRANSEUNTES ESTAMOS PEDINDO SOCORRO

Comentários