Michel Temer diz que não deixará "passar em branco afirmações levianas"


O presidente em exercício Michel Temer declarou que não deixará passar em branco ataques à sua honra, como é o caso da acusação “irresponsável, leviana, mentirosa e criminosa” feita pelo ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado. O presidente fez um pronunciamento à imprensa na manhã desta quinta-feira (16), no Palácio do Planalto.

Em primeiro lugar como homem, como ser humano, para dizer que a nossa honorabilidade está acima de qualquer outra função ou tarefa pública que eu exerça no momento ou venha a exercer”, disse.

Quando alguns deixam passar em branco, eu não deixarei. Até porque devo revelar, e eu falo com palavras indignadas, mas ao meu estilo, para registrar mais uma vez que esta leviandade não pode prevalecer”, registrou o presidente.

E Temer ressaltou que não permitirá que esse tipo de acusação atrapalhe o trabalho do novo governo na recondução do País à estabilidade política, econômica e institucional.

Nada embaraçará o nosso desejo, a nossa missão, a nossa tarefa (…), nada impedirá que nós continuemos a trabalhar em prol do Brasil e do povo brasileiro. Nós não vamos tolerar afirmações dessa natureza. Quando surgirem fatos dessa natureza, eu virei a público para contestá-las em benefício da harmonia do nosso País”.

Confira vídeo na íntegra no Blog do Planalto

Nota à Imprensa
Em toda sua vida pública, o presidente em exercício Michel Temer sempre respeitou estritamente os limites legais para buscar recursos para campanhas eleitorais. Jamais permitiu arrecadação fora dos ditames da lei, seja para si, para o partido e, muito menos, para outros candidatos que, eventualmente, apoiou em disputas.

É absolutamente inverídica a versão de que teria solicitado recursos ilícitos ao ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado – pessoa com quem mantinha relacionamento apenas formal e sem nenhuma proximidade.

Secretaria Especial de Comunicação Social
Casa Civil da Presidência da República

Comentários