Três diretores da Agersa deixam cargos para disputar eleição em 2016


O secretário estadual do Turismo, Nelson Pelegrino (PT), ainda não decidiu se vai ou não se desincompatibilizar para ficar desimpedido de disputar a prefeitura de Salvador. Os petistas também não conseguiram decidir se terão ou não a cabeça de chapa na sucessão de ACM Neto, portanto, restando um dia para o vencimento do prazo, Pelegrino pode deixar aberto o caminho para entrar em uma quinta peleja municipal.

Na estrutura estadual o certo é que três dirigentes da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) vão deixar os cargos com o objetivo de participar das eleições municipais. A chefe de gabinete da Secretaria estadual do Meio Ambiente, Cibele Oliveira de Carvalho (PT), também deixa o cargo para ser candidata à prefeitura de Rafael Jambeiro, cidade do Centro-Norte baiano.

O diretor geral da Agersa, Rogério dos Santos Costa será candidato em Santo Estevão. O diretor de fiscalização, Marcel José Carneiro de Carvalho, postulará a chefia do Executivo de Paratinga. Já Silvio Ataliba confirmou que vai tentar assumir a prefeitura de Maragogipe.


Ficaram

Carlos Martins, secretário de Desenvolvimento Urbano, decidiu não disputar a prefeitura de Candeias permanecendo no cargo. Cícero Monteiro, chefe de gabinete de Rui Costa, também abriu mão de pleitear a vaga na chapa majoritária de Jacobina. O PT lançará a candidatura do ex-deputado federal Amauri Teixeira.

Até a última segunda-feira (30) havia uma articulação política dentro do governo do estado para colocar Olívia Santana (PCdoB), secretária estadual de Políticas para as Mulheres, como candidata à prefeitura de Salvador. A ideia não prosperou e os comunistas asseguraram que quem vai para a disputa é a deputada federal Alice Portugal.

Por Luiz Fernando Lima (twitter: @limaluizf)
Fonte: Bocão News

Comentários