Em encontro do PSB, Digal conversa com governador Rui Costa sobre situação em Maragogipe


Mais de 400 pessoas, entre elas, 108 pré-candidatos a prefeito pelo PSB-Bahia nas eleições de 2016 participaram, na manhã desta segunda-feira (25), do seminário Agenda 40 - Campanhas Criativas e Legislação Eleitoral promovido em parceria com a Fundação João Mangabeira, na União dos Municípios da Bahia (UPB), em Salvador.

No evento, o pré-candidato a prefeito de Maragogipe Digal Vieira, junto com a senadora Lídice da Mata conversaram com o governador do Estado Rui Costa sobre o momento eleitoral do município de Maragogipe e a situação caótica que se encontra o município, havendo a necessidade urgente de mudanças profundas e inovadoras.

Na mesa de abertura do evento, que contou com a presença do governador Rui Costa, dirigentes do PSB, os deputados estaduais Marquinho Viana e Fabíola Mansur, deputado federal Bebeto Galvão, o ex-deputado federal Domingos Leonelli, a presidente da UPB, Maria Quitéria; James Lewis, representando a Fundação João Mangabeira, e os prefeitos Arnaldinho (Caém) e Alice Brito (Belmonte), a presidente estadual da legenda, senadora Lídice da Mata, destacou que a campanha política este ano não será das mais fáceis devido às mudanças que ocorreram no financiamento eleitoral, mas que, no entanto, isso não significará uma apatia da legenda frente à disputa, pois o PSB é um partido acostumado a conviver com poucos recursos financeiros. “O PSB é um partido que tem pouco dinheiro, mas estaremos gastando nossa sola de sapato e a nossa luta para, junto com vocês, sairmos vencedores no dia 2 de outubro”, disse, sendo muito aplaudida pelos pré-candidatos.

Lídice também ressaltou que o partido integra a base política do governo Rui Costa porque o PSB assumiu o compromisso político-eleitoral de apoiar o que representa o melhor para o Estado e que esse projeto, iniciado ainda na gestão do ex-governador Jaques Wagner, foi um marco, pois quebrou as amarras do carlismo e possibilitou o desenvolvimento da Bahia.

Quanto ao governo federal, Lídice frisou que “as dificuldades durante a campanha serão ainda mais acentuadas caso o governo interino se consolide porque, até então, não foi sinalizada nenhuma medida em favor das prefeituras do nosso País e que nenhum pré-candidato deve ter expectativa diferente depois de eleito, caso esse cenário perdure”.

O governador Rui Costa iniciou sua fala agradecendo a senadora Lídice da Mata e o deputado federal e pré-candidato a prefeito de Ilhéus, Bebeto Galvão, pelo voto contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff no Senado e na Câmara Federal, respectivamente. “Aconselho a vocês que são pré-candidatos a se informarem sobre como cada deputado baiano votou nesse processo do impeachment. Esse debate fará durante a campanha com que o povo saiba diferenciar os projetos”. E completou: “Esse ano não será fácil fazer eleição. Infelizmente vocês serão cobaias de um modelo aprovado de última hora, com arranjo de última hora”, disse.

O governador sugeriu como modelo ideal uma contribuição compulsória dos empresários a um fundo provisório de campanha que, posteriormente, viria a ser rateado com os partidos.

O deputado federal Bebeto Galvão, por sua vez, destacou que as pré-candidaturas socialistas representam o desejo do PSB de contribuir mais com o desenvolvimento das diversas regiões da Bahia e que o governador Rui Costa tem dado claras demonstrações de que é possível associar a boa política a uma gestão eficaz.

Gestão de destaque – A deputada estadual Fabíola Mansur parabenizou o correligionário Fredson Cosme, prefeito de Mulungu do Morro, pelo título de único gestor baiano com maior nota no quesito transparência, anunciado pela presidente da UPB, Maria Quitéria. “O foco do nosso debate não é só sobre a mudança nas regras do financiamento de campanha. O PSB é um partido que está ao lado do povo, que tem estimulado o debate contra o racismo, sexismo, direitos das mulheres e minorias e que defende uma gestão para as pessoas e não para as coisas”, afirmou.

Já o deputado Marquinho Viana, eleito quatro vezes vereador de Barra da Estiva, na região da Chapada Diamantina, e exercendo o segundo mandato de deputado estadual, se colocou à disposição dos pré-candidatos e disse que ele, como filho de professora aposentada e borracheiro, é a prova de que para fazer campanha não é preciso dinheiro, somente trabalho, responsabilidade e vontade de vencer.

Pré-candidatos - Os prefeitos Arnaldinho (Caém) e Alice Brito (Belmonte) representaram os pré-candidatos a prefeito e vice-prefeito de diversos municípios, entre eles, Vitória da Conquista, Santa Maria da Vitória, Alagoinhas, Salinas da Margarida, Maragogipe, Feira de Santana, Irecê, Juazeiro, Paramirim, entre outros, que estiveram presentes no evento. Emocionada, a candidata a reeleição Alice Brito falou sobre as dificuldades em gerir um município pequeno, com pouca receita, mas com demandas enormes. “Às vezes durmo muito desanimada, desacreditada, mas acordo com uma força enorme”, destacou a prefeita de Belmonte. Seguindo a mesma linha, o prefeito de Caém, Arnaldinho, citou que tem aprendido a conviver com a queda na receita em função da contagem do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que deveria ter sido feita em 2015.

Palestras - Os pré-candidatos assistiram as palestras do especialista em Marketing Político, Fabrício Mozer, que passou dicas sobre a utilização dos meios de comunicação e as principais redes sociais durante o período da campanha e do presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – seção Bahia (OAB-BA), Luiz Viana Queiroz, que fez uma explanação sobre a nova Legislação Eleitoral e respondeu as perguntas dos pré-candidatos.

Comentários