Nota de pesar pelo falecimento do ex-prefeito de Maragogipe Domingos de Mello e Albuquerque

Faleceu, neste dia 09 de julho de 2016, o ex-prefeito de Maragogipe, Domingos de Mello e Albuquerque. Um grande amigo e professor que nos poucos momentos em que conversei com este mestre, sempre me impressionou com suas explanações e revelações históricas. Neste momento, Maragogipe está em luto. Mas desde já afirmamos que o grande mestre Mingo Mello permanecerá vivo na história desta Patrióica Cidade e nas mentes e nos corações dos cidadãos maragogipanos. 

O Blog do Zevaldo Sousa emite nota de pesar e solidariza-se com a família do grande mestre. 


Segue o texto postado por Antônio Roberval no WhatsApp

Hoje é um dia de luto para o Ilê Alabaxé porque nosso querido Pai, amigo e irmão Mingo nos deixa para entrar no mundo do Orun seguro nas mãos daqueles aos quais devotava sua fervorosa fé: Os Orixás, Nossa Senhora das Candeias, Santo Antônio e São Bartolomeu. Maragogipano de nascimento, aqui, em sua terra-mãe, em seu torrão natal semeou suas sementes como pai, filho, amigo, irmão, companheiro e professor. 

Não sem razão tinha orgulho e se sentia honrado em ser chamado de Professor Mingo. Impossível falar da história de Pai Edinho de Oxossi, da história do Alabaxé sem fazer referência àquele que esteve ao seu lado desde o momento de sua iniciação e da fundação da Casa de Oxossi: a história de Pai Edinho de Oxossi, do Alabaxée do Professor Mingo é uma única e só história de lutas, de alegrias e de tristezas, mas, sobre tudo, uma história de vitórias sobre as adversidades, salvo sobre aquela que é o nosso único destino certo e irrecusável: a morte. Morte que, na nossa religião, não significa o fim da vida, mas, sim, o início de uma nova etapa, portanto, um novo começo. Agora, deixando o Aiyé, a terra dos homens, 

Professor Mingo de nós cuidará em um novo plano de sua existência. E, porque vivo seguirá nas nossas vidas, no nosso axé, a ele, Pai Mingo de Ogun, Axogun do Ilê Alabaxé, seguiremos dedicando nossos cultos, nossas homenagens. Tal e como fizemos em vida seguiremos fazendo após sua morte física, como é da vontade dos nossos Orixás, e foi, e é, da vontade de seu amigo-irmão Pai Edinho de Oxossi. 

Mingo, nascido Domingos de Mello e Albuquerque nunca perdeu sua altivez e autoridade, atributos próprios de um verdadeiro professor, de um Mestre da vida, vida bem nascida, bem vivida, bem abençoada, bem amada. Desde aqui, desde este lugar, desde este tempo e momento de tristeza e de luto, pessoalmente e em nome da comunidade tradicional do Terreiro Ilê Alabaxé, rendo minhas, nossas homenagens e agradecimentos à vida eterna de Professor Mingo que, deixando o Aiyé com a certeza de seus deveres cumpridos, inicia uma nova caminhada de vida no mundo da eterna paz. Com saudades.

Babá Robinho de Otyn


Domingos Mello e Albuquerque nasceu no dia 19 de agosto de 1935.

Comentários