Opinião: Não troque seu voto por promessa (Por Aldo Sampaio)

NÃO TROQUE SEU VOTO POR PROMESSA

Por Aldo Sampaio

Aproxima-se o dia 20 quando terá início as convenções partidárias que homologarão as candidaturas aos cargos de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. A partir daí começa um verdadeiro festival eleitoral com os candidatos expondo panfletos, distribuindo santinhos, carros de som com jingles e músicas ludibriantes pelas ruas e até aliciamento ao eleitor.

Na tentativa de conquistar votos, alguns candidatos aplicam todo tipo de truques na esperança de vitória. Daí então os eleitores ingênuos passam a viver um período de ilusão por não serem cidadãos conscientes, aceitando candidatos agirem por expedientes escusos oferecendo favores e manipulando uma grande parcela de eleitores. Muitas vezes a disputa eleitoral chega a ser desproporcional no que se refere a possibilidade financeira de cada candidato para chegar ao poder, devido ao alto custo da campanha.

É justamente por essa razão que alertamos o eleitor que por não possuírem recursos, muitos candidatos fazem transação de votos por favores e barganham suas candidaturas comprometendo sua eleição e seu mandato.

Portanto, o eleitor não deve trocar seu voto por promessa porque se assim proceder estará legitimando seu voto a uma farsa e a falta de compromisso desses candidatos com a terra e sua gente.

É necessário que os vereadores e os postulantes a estes cargos saibam que todo homem que pleteia um cargo público de relevância principalmente o de vereador por exemplo, tem o dever de pautar rigorosamente sua conduta de modo a ser espelho para a comunidade que representa e não ter como primeiro gesto a migração para debaixo do guarda-chuva do governo com o único objetivo de se proteger e alimentar a corrupção com barganhas para aprovar projetos e apoios em troca de empregos para amigos e parentes.

Utilizar-se dessa prática é pelo menos um gesto inadmissível de falta de honradez na política.

Espera-se que a futura Câmara não seja maculada pela nódoa da corrupção nem seja infectada de vereadores que se troquem ou se vendam como mercadorias em tabuleiros em fim das feiras livres.

O vereador tem como principal atribuição criar Leis, definir as regras para o crescimento da cidade e determinar como deve ser gasto o dinheiro do orçamento municipal e propor Leis que melhore a qualidade de vida do cidadão. Infelizmente as sessões da Câmara são realizadas somente uma vez por semana. Então nos dias restantes os vereadores devem participar de reuniões das comissões temáticas para avaliar projetos e discutir com a população o que é feito dentro da Câmara.

Felizmente isso só será possível se os vereadores trilharem por um único caminho: o da honradez, da decência, da honestidade, da moral e acima de tudo do comprometimento com o respeito.

É o que espera e deseja o eleitor.

Aldo Sampaio

Comentários